Museu de Arte Sacra promove curso livre “O catolicismo afro-brasileiro”

O Museu de Arte Sacra de São Paulo promove, a partir de 18 de abril, das 15h às 17h,  o curso livre “O Catolicismo Afro-Brasileiro: histórias de fé e lugares de culto”, com o Prof. Fabricio Forganes Santos. As inscrições seguem abertas.

O curso tem por objetivo apresentar o catolicismo afro-brasileiro, religiosidade desenvolvida pelos negros africanos durante os processos de colonização e escravidão, cujas particularidades ainda sobrevivem no século XXI dentro de pequenos núcleos religiosos espalhados por nossas cidades. Busca-se a partir de documentos e bibliografia específica, revelar o contexto histórico da chegada dos colonizadores na África, compreendendo a cosmogonia banto e ioruba e os desdobramentos causados pelo choque cultural entre os africanos e europeus. No curso pretende-se ainda compreender as práticas devocionais católicas dos primeiros negros chegados no Brasil, investigando suas histórias de fé e seus lugares de culto, com ênfase nos espaços do catolicismo afro-brasileiro localizados na cidade de São Paulo e nos municípios adjacentes.

Objetivos específicos

– Apresentar as particularidades religiosas dos povos africanos colonizados por portugueses e a maneira de recepção do catolicismo no século XVI por parte destes povos;
– Analisar as práticas devocionais existentes nas Irmandades Negras portuguesas e brasileiras;
– Investigar as históricas de fé dos negros escravos sob a ótica do catolicismo, compreendendo os desdobramentos artísticos, sociais e arquitetônicos;
– Revelar os espaços do catolicismo afro-brasileiro na cidade de São Paulo e nos municípios do entorno, despertando a atenção dos alunos para investigações deste tipo em outras cidades onde houve presença de negros africanos entre os séculos XVI e XIX.

Conteúdo

18 de abril de 2018
Aula 1: África: encontros e desencontros.
Cultura e religião dos grupos “meta-étnicos” dos povos africanos colonizados, dando ênfase no encontro destes com os povos europeus e nos desdobramentos ocasionados pelo choque cultural. Período estudado: séculos XV e XVI.

25 de abril de 2018
Aula 2: Brasil: terra fértil para histórias de fé afro-brasileiras.
Práticas devocionais dos escravos na diáspora africana, revelando o contexto histórico religioso fomentador de tais práticas religiosas particulares, a criação das irmandades negras e a propagação do catolicismo afro-brasileiro. Período a ser estudado: séculos XVI a XVIII.

02 de maio de 2018
Aula 3: São Paulo e cidades adjacentes: lugares de culto e resistência do catolicismo afro-brasileiro.
O contingente escravo africano na cidade de São Paulo, as irmandades negras paulistas, e as estratégias de resistência urbana, revelando os lugares de culto e espaços da memória negra católica afro-brasileira. Período a ser estudado: séculos XVIII a XIX.

A quem se destina

O conteúdo do curso destina-se ao público em geral interessado na investigação da vida dos negros escravos e das práticas católicas afro-brasileiras. Contudo a abordagem na interface história X arte também desperta interesse aos estudiosos de arte, historiadores, religiosos, pesquisadores, professores que pretendam desenvolver o tema em sala de aula, estudantes universitários ou profissionais que atuam em projetos de preservação cultural ou patrimonial para a população estudada.

Professor

Fabricio Forganes Santos é arquiteto e urbanista formado pela Universidade Católica de Santos. Já atuou como curador de arte sacra no Museu de Arte Sacra de Santos-SP e palestrante no Museu de Arte Sacra de São Paulo. Desenvolve sua pesquisa de mestrado, tendo como objeto as Igrejas das Irmandades dos Homens Pretos, sendo membro do Projeto Barroco Cifrado FAPESP/USP e integrante da Comunidade do Rosário na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos da Penha de França, onde contribui na liturgia das celebrações inculturadas.

SERVIÇO

Datas: 18/25 de abril e 02 de maio de 2018
Aulas: das 15h00 às 17h00 (intervalo para o café)
Carga horária: 06 horas
Valor: R$ 150,00 a vista em dinheiro ou depósito bancário ou R$ 180,00 em duas vezes ou no cartão.
Inscrições: mfatima@museuartesacra.org.br
Informações: (11) 5627.5393
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo
Endereço: Avenida Tiradentes, 676, Luz. Metrô Tiradentes.
Estacionamento no local: Rua Jorge Miranda, 43

No final do curso o aluno receberá o certificado.

Fonte: Museu de Arte Sacra