MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO LANÇA SUA REVISTA SEMESTRAL

Piratininga – Revista do Museu de Arte Sacra de São Paulo traz textos de alta qualidade e ilustrações ricas e variadas, no intuito de abrir o diálogo entre todos os públicos

O Museu de Arte Sacra de São PauloMAS-SP, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, lançou Piratininga – Revista do Museu de Arte Sacra de São Paulo, sob direção de José Carlos Marçal de Barros e edição de José Luís Landeira e Marcos Horácio Gomes Dias. Com publicação semestral, textos de alta qualidade e ricas e variadas ilustrações, a proposta é uma divulgação científica que se apresenta como espaço para todos que desejam “conversar” sobre arte, buscando o diálogo entre todos os públicos, conhecedores ou não destes universos culturais.

O Museu de Arte Sacra de São Paulo, atento às necessidades da sociedade, investe no permanente diálogo entre as Artes, os críticos e especialistas e as demais pessoas da sociedade. As atividades didáticas do MAS-SP, com os mais variados cursos ministrados por professores altamente qualificados, destinam-se aos mais variados públicos, e tornaram-se, ao longo do tempo, um marco de reconhecida excelência. Agora, o MAS-SP entrega mais um presente à sociedade”, comenta José Luís Landeira. Nesta primeira edição de Piratininga, o leitor terá acesso a um “dossiê” completo sobre o MAS-SP, com textos de Marcos Horácio, Karin Philippov, Titina Corso e André Guimarães Rodrigo.

Fazem parte desta edição, ainda, uma entrevista com Claudinéli Moreira Ramos, historiadora e gestora cultural, feita por Vanessa Beatriz Bortulucce; matéria sobre a arquitetura de igrejas de São Paulo do século XVIII, por Edgar da Silva Gomes; texto de Christiane Meier sobre o crucifixo de Cláudio Pastro; três matérias sobre literatura, com artigos de Alcir Pécora, Mary Del Priore e José Luís Landeira; matéria de Ário Borges Nunes Junior sobre relíquias; uma resenha, por Mariana da Cruz Mascarenhas, do livro “O Cristo Pantocrator: da origem às igrejas no Brasil, na obra de Cláudio Pastro”, da autora Wilma Tommaso; entre diversos outros artigos, matérias e textos. 

Para o diretor editorial José Carlos Marçal de Barros, “O Museu de Arte Sacra de São Paulo, desde alguns anos, decidiu, como parte de sua missão, não se restringir à atividade que está na raiz de sua razão, principalmente brasileira. Para tanto tem desenvolvido uma profícua atividade editorial e, sobretudo, de ensino a respeito dos temas mais variados ligados à sua razão de ser, buscando reunir não só um grupo de professores altamente qualificados, mas também atingir frequência de pessoas interessadas, até então inédita. Faz parte desse escopo a criação desta revista”. Como objetivos principais de Piratininga, estão a publicação sistemática de trabalhos realizados por alunos do MAS-SP em seus diversos cursos, estimulando a produção de textos e o compartilhamento de informações, e a oportunidade aos mais destacados nomes da História e da História da Arte para colaborarem com um conteúdo de reflexão estética. “Assim, mais uma vez, o MAS-SP reafirma a realização de sua nobre tarefa: servir, educar e prover cultura para todos”, conclui o diretor editorial.

Piratininga está disponível tanto na versão on-line como impressa, distribuída no MAS-SP.

SERVIÇO

Evento: Lançamento de Piratininga – Revista do Museu de Arte Sacra de São Paulo

Direção editorial: José Carlos Marçal de Barros

Edição: José Luís Landeira e Marcos Horácio Gomes Dias

Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo – www.museuartesacra.org.br

Endereço: Avenida Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo (ao lado da estação Tiradentes do Metrô) Tel.: 11 3326-5393