Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba promove palestras virtuais com museólogos

Evento on-line gratuito é aberto a todos os interessados

Em comemoração ao Dia Internacional dos Museus, celebrado em 18 de maio, o Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS) promove palestras virtuais com especialistas na área de museologia. O evento é aberto a todos os interessados e acontece nesta segunda-feira (18/05), às 16h, pelo aplicativo de vídeo chamadas Zoom. Para participar, basta clicar aqui.

Irão compor a roda de conversas o diretor artístico do MACS, Fabio Magalhães; o superintendente-executivo do Instituto Moreira Salles (IMS), Marcelo Araujo e o diretor do Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus de São Paulo (GTC/SISEM-SP), Davidson Panis Kaseker. A abertura das palestras será realizada por Cristina Delanhesi, diretora do MACS.

Ela discorrerá sobre como estabelecer a igualdade entre as pessoas no cenário atual, incluindo e conectando-as por meio do ambiente digital. A abordagem está relacionada ao tema de 2020 do Dia Internacional de Museus: “Museus pela igualdade: diversidade e inclusão”. Na sequência, os palestrantes falarão sobre temas relacionados às perspectivas futuras dos museus, com foco nas transformações geradas pela pandemia do novo Coronavírus. Após, o público poderá fazer perguntas.

Para a diretora do MACS, este é o momento mais oportuno para debater o assunto, porque há diversas dúvidas sobre quais serão os protocolos de atendimento dos museus no futuro pós-crise. “Objetivamos mostrar para as pessoas que as instituições estão se articulando, dialogando e criando possibilidades para atuar nesse novo cenário”, pontua.

Participantes

Fabio Magalhãesmuseólogo, curador independente e diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS) desde 2009. Estudou no Institut d’Art et Archéologie, de Paris. Foi diretor da Pinacoteca do Estado de São Paulo, no início dos anos 80; conservador-chefe do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), na mesma época; diretor-presidente da Fundação Memorial da América Latina – Governo do Estado de São Paulo e secretário-adjunto da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, dentre outras posições relevantes para o cenário da cultura brasileira e também no meio acadêmico.

Marcelo Araujo – superintendente-executivo do Instituto Moreira Salles (IMS) e membro do Conselho Executivo da Fundação Bienal de São Paulo, onde ocupa o cargo de primeiro vice-presidente da diretoria executiva e participante do Real Patronato do Museu Centro de Artes Reina Sofia, em Madri. Foi diretor do Museu Lasar Segall, da Pinacoteca de São Paulo; ocupou o cargo de secretário de Cultura do Estado de São Paulo; presidiu o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e é integrante da direção da Japan House São Paulo. É graduado em Direito pela FDPUSP (Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – 1978), pós-graduado em Museologia pela FESPSP (Escola de Sociologia e Política de São Paulo – 1983) e Doutor em Arquitetura pela FAU – USP (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – 2002).

Davidson Panis Kaseker – diretor do Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus de São Paulo (SISEM-SP) desde junho de 2013 e integrante do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico de São Paulo (CONDEPHAAT). Foi secretário municipal da Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Itapeva entre 2007e 2012. Graduado em Letras pela USP (Universidade de São Paulo – 1983), especialista em Administração de Empresas pela FAAP (Faculdades Armando Álvares Penteado – 2000), em Turismo pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina/MinTur – 2010) e em Gestão e Políticas Públicas Culturais pelo Observatório Itaú Cultural/Universidade de Girona e mestre em Museologia pela PPGMus-USP (Pós-Graduação Interunidades em Museologia – Universidade de São Paulo).

Fonte: Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba