Museu das Favelas – Pesquisador (a)

(vaga afirmativa para pessoas negras)

O Instituto de Desenvolvimento e Gestão é uma Organização Social privada sem fins lucrativos que realiza a gestão de projetos de interesse público, além de desenvolver e implementar projetos culturais e ambientais.

Atualmente realizamos a gestão do Paço do Frevo no Recife, local de salvaguarda desse patrimônio da Humanidade, do Museu do Amanhã, do Fundo da Mata Atlântica, do Cais do Valongo e do futuro Memorial do Holocausto, todos no Rio de Janeiro. A grande novidade é que o IDG será o gestor do Museu das Favelas, em São Paulo. O Museu tem previsão de abertura para junho de 2022 e ficará localizado no Palácio dos Campos Elíseos, na região central da capital paulista.

Descrição da vaga: Desempenhar atividades de pesquisa em acervos bibliográficos, documentais (textual, sonoro, audiovisual), iconográficos, de cultura material e imaterial, tomando como princípio os diferentes eixos temáticos do Museu das Favelas.

Propor e realizar linhas de pesquisa para o Museu das Favelas, no âmbito do Centro de Pesquisa e Referência, considerando o conceito, missão, visão e valores o Museu. Redigir projetos de pesquisa aplicada aos objetivos do Museu, considerando as interfaces com as ações de gestão de acervo, curadoria, exposições e ações educativas e de formação.

Coletar, selecionar, organizar e apresentar materiais que forneçam informações de contextualização histórica, etnográfica e estética de obras expostas, elucidando suas múltiplas dimensões enquanto fenômenos articulados a diversos âmbitos sociais e culturais.

Realizar pesquisas diversas, em arquivos, bibliotecas, centros de memória, museus, além de por meio de entrevistas e leitura bibliográfica visando o desenvolvimento de conteúdo para exposições – temporárias, de longa duração, virtuais e itinerantes do Museu.

Propor e sistematizar metodologias de pesquisa quantitativa e qualitativa conforme os objetivos dos projetos em curso e produtos para divulgação das pesquisas e do acervo do Museu, físicos e digitais, que visem compartilhar o conhecimento produzido na instituição a diferentes públicos.

Realizar análise das pesquisas de público, elaborando relatórios sintéticos e analíticos que apoiem a gestão do Museu. Sistematizar dados em relatórios e apresentações, analisando resultados das pesquisas realizadas pelo Museu e/ou por terceiros e redigir artigos para exposições e publicações do Museu, em mídias próprias e/ou de terceiros.

Levantar informações e fazer contatos com pessoas e instituições que tenham e/ou sejam referência à história, à memória e ao patrimônio cultural, ou que possam subsidiar ações de interesse atual e futuro do Museu por meio do seu Centro de Pesquisa e Referência. Registrar e sistematizar em banco de dados as informações obtidas nas pesquisas, analisando criticamente o material levantado.

Atender às pessoas que procuram informações sobre o Museu e o Centro de Pesquisa e Referência, presencialmente na sede e virtualmente nos canais digitais. Propor e realizar ações extra-muros, tais como visitas, oficinas e eventos diversos nos territórios e comunidades de interesse do Museu e viajar para acompanhamento de pesquisa para exposições temporárias e/ou projetos das linhas de pesquisa do Museu e do CPR.

Colaborar com o Núcleo de Ações Educativas e com o Centro de Formação e Empreendedorismo na seleção e elaboração de materiais de apoio às suas respectivas atividades e projetos. Comunicar-se com as equipes dos outros núcleos, de modo a apoiá-las e intercambiar informações relevantes sobre o acervo, conteúdo e ações do Museu.

Propor e colaborar com a criação de programas e projetos atrelados ao Programa de Gestão de Acervos, ao Programa de Exposições e Programação Cultural e Programa Educativo do Museu das Favelas, como por exemplo: seminários, debates, workshops, cursos e oficinas, dentre outras.

Participar de reuniões da equipe quando solicitado, tendo postura pro-ativa e atenda às ações globais do Museu das Favelas, colaborando com ideias e soluções para diferentes projetos e atividades do Museu. Manter o Coordenador de seu Núcleo informado sobre suas atividades e realizações e realizar relatórios de prestação de contas, conforme previsão do Contrato de Gestão, bem como outros relatórios gerenciais pertinentes à área.

Executar outras atividades afins ou correlatas, de acordo com as necessidades ou por solicitação do Coordenador de Conteúdo.

Requisitos:  Atuação prévia com projetos e/ou instituições relacionados à temas como: Sociedade, Diversidade, Direitos humanos e inclusão; metodologias de pesquisa qualitativa e quantitativa, ferramentas de análise de dados. Técnicas de pesquisa, como elaboração de roteiros de entrevistas, fichamentos, formulários de pesquisa online.

Boa escrita, organização e capacidade de sistematização de dados.

Desejável bom relacionamento interpessoal, cordialidade e organização. Habilidade em elaboração de projetos na área de atuação. Conhecimento do Pacote Office (Word, Power Point, Excel, Outlook, Publisher) e ferramentas de banco de dados e conhecimento em Inglês ou Espanhol.

Formação:  Superior Completo em Ciências Sociais/Ciências Políticas/Antropologia/Sociologia. Desejável especialização e/ou mestrado ou doutorado na área e ter realizado projetos de pesquisa (acadêmica, social e em organizações do terceiro setor).

Benefícios: Vale-refeição ou alimentação; vale-transporte; plano de saúde e odontológico; folga no dia do aniversário e convênio de desconto com empresas parceiras.

As inscrições são pelo site vagas.com até o dia 03/08/2022