Museu da Língua Portuguesa seleciona projetos de artistas iniciantes para apresentações em 2022

Inscrições para o Plataforma Conexões poderão ser feitas até o dia 28 de fevereiro.

O Museu da Língua Portuguesa realiza a 1ª edição do Plataforma Conexões visando a apoiar e dar visibilidade a projetos de artistas e grupos iniciantes. Serão selecionados oito projetos para apresentações ao longo do ano nos saguões da Estação da Luz, cada um deles receberá verba de R$ 7.500.

A iniciativa é uma oportunidade para novos artistas mostrarem o trabalho que têm desenvolvido e apresentá-lo, de forma presencial e gratuita, tanto para o público do Museu quanto aos usuários da Estação.  

Até 28 de fevereiro, artistas solo, grupos ou cooperados podem inscrever projetos nas áreas de música, teatro ou literatura que tenham como fio condutor o tema Travessias pela Cidade. Apenas proponentes residentes do estado de São Paulo poderão participar. Os trabalhos selecionados serão programados para apresentações entre maio e dezembro de 2022. 

A verba de R$ 7.500 para cada artista ou grupo deverá cobrir gastos como cachês, transporte, hospedagem e eventual aquisição ou locação de materiais, entre outras despesas, considerando uma apresentação presencial no Museu. 

Serão considerados artistas iniciantes aqueles que, ao longo de sua trajetória, tenham desenvolvido no mínimo uma e no máximo seis produções na área cultural na qual desejam se inscrever.  

O edital completo, com informações sobre quem pode participar ou não, assim como os documentos exigidos pode ser consultado, e o formulário para a inscrição estão no site www.idbr.org.br/category/editais-em-aberto/

Os projetos selecionados vão se juntar à programação cultural promovida pelo Museu da Língua Portuguesa, que inclui, além da exposição principal e da mostra temporária “Sonhei em português” (em cartaz até junho), saraus e feiras e visitas temáticas. 

SERVIÇO 
Plataforma Conexões 
Inscrições de projetos até 28 de fevereiro, pelo site www.idbr.org.br/category/editais-em-aberto/ 

Fonte: Museu da Língua Portuguesa