Museu da Imagem e do Som oferece oficina “A Música do Filme”, com Tony Berchmans

O Museu da Imagem e do Som realiza, de 10 a 14 de julho, a oficina A Música do Filme. São cinco encontros, das 19h às 22h, com 64 vagas disponíveis, ministrados pelo compositor e produtor musical, Tony Berchmans.

Para se inscrever, basta clicar AQUI. O critério de seleção é a ordem de chegada das inscrições.

Dirigido a todos os interessados em desenvolver ferramentas para a apreciação do cinema, sem necessidade de conhecimento específico sobre o assunto.

A música de cinema carrega em si um mistério e um poder difíceis de se descrever. Como pensar no famoso discurso de Scarlett O´Hara, e E o Vento Levou, sem a clássica melodia do tema musical? Ou o suspense de Tubarão, sem as marcantes duas notas? Ou ainda a lendária cena do assassinato no chuveiro em Psicose. Ela teria o mesmo efeito sem os golpes dissonantes dos violinos? Cidade de Deus teria o mesmo ritmo alucinante sem a música? Beleza Americana teria o mesmo clima? Cinema Paradiso teria a mesma emoção? Pantera Cor-de-Rosa teria a mesma graça? O curso busca estimular a compreensão dessa poderosa ferramenta dramática com aulas expositivas, exibição de trechos de filmes e músicas, e utilização de recursos audiovisuais para experimentação da construção de trilha sonora para filmes.

Sobre o ministrante: Tony Berchmans é autor do livro “A Música do Filme – Tudo o que você gostaria de saber sobre a música de cinema”. Compositor e produtor musical, iniciou sua formação musical aos 7 anos de idade tendo estudado piano, violoncelo, flauta e teoria musical. Ingressou na área de produção musical como tecladista, compositor e técnico de gravação. Engenheiro pós-graduado em Comunicação pela ESPM-SP, desde 1992 trabalha no mercado de produção fonográfica, coordenando, compondo e produzindo som para rádio, tv, cinema, internet em centenas de projetos.

 

Fonte: Museu da Imagem e do Som