Estabelecer, contextualizar e reconhecer as profundas relações entre a África e o Brasil é a missão principal do Museu Afro Brasil, equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, instalado no Parque do Ibirapuera.

O acervo permanente e as exposições temporárias preservam e celebram a memória e a história do Brasil na perspectiva negro africana, assim como a contribuição desse segmento no estabelecimento da cultura brasileira como a conhecemos hoje.

O Museu conserva mais de cinco mil obras, entre pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, documentos e peças etnológicas, de autores brasileiros e estrangeiros, produzidos entre o século XV e os dias de hoje.

As peças abordam diversas facetas dos universos culturais africanos e afro-brasileiros, em temas como a religião, o trabalho, a arte, a diáspora africana e a escravidão.

A biblioteca do museu, cujo nome homenageia a escritora, Carolina Maria de Jesus, possui cerca de 6.800 publicações com especial destaque em uma coleção de obras raras sobre o tema do Tráfico Atlântico e a Abolição da Escravatura no Brasil, América Latina, Caribe e Estados Unidos. O acesso às estantes é livre. A consulta é local e não há sistema de empréstimos.

O equipamento mantém visitação gratuita a todas as exposições e atividades que oferece; um Núcleo de Educação com profissionais que recebem grupos pré-agendados, instituições diversas, além de escolas públicas e particulares.

Serviço

Endereço: R. Pedro Álvares Cabral – portão 10 – Parque do Ibirapuera. Acesso pelo portão 3.

Telefone: +55 (11) 3320-8900

Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 17h (permanência até 18h)

Ingresso: R$ 15,00 | R$ 7,50 (meia entrada)

Gratuidade: aos sábados a todos os públicos. No site você encontrará mais informações sobre a política de gratuidade da instituição.

Site: www.museuafrobrasil.org.br