Museu Afro Brasil apresenta a mostra Esse Extraordinário Mário de Andrade

O Museu Afro Brasil acaba de inaugurar a exposição “Esse Extraordinário Mário de Andrade”, uma homenagem ao aniversário de morte do escritor, em comemoração ao centenário da Semana de Arte Moderna.

A exposição conta com curadoria do diretor geral da instituição, Emanoel Araujo, e da equipe do museu, e traz diferentes aspectos da atuação de Mário de Andrade: poeta, cronista, romancista e pesquisador, além de crítico de arte e de literatura, musicólogo e fotógrafo.

“A mostra é uma imersão na visão mais profunda de Mário sobre a arte brasileira, apresentando as composições musicais do poeta, sua produção literária, a Missão Folclórica, suas pesquisas sobre a escultura brasileira, sobre Aleijadinho e Padre Jesuíno de Monte Carmelo”, diz Araujo. “Traz ainda obras dos artistas Brecheret, Anita Malfatti, Di Cavalcanti, as aquarelas de Cícero Dias, as ilustrações de Carybé para Macunaíma e os painéis da azulejaria Osirarte, de Carybé, Volpi e Mario Zanini”.

Um dos destaques é a Missão de Pesquisas Folclóricas, expedição organizada por Mario de Andrade para investigar as manifestações culturais presentes em diferentes regiões do Brasil.

O museu também está com mais três novas exposições: “Os Artistas da Academia”, “Os Artistas Modernistas” e “A Volta do Baile da SPAM de Lasar Segall”, todas com curadoria de Araujo.

A primeira destaca um grupo de artistas acadêmicos brasileiros, chamados de “passadistas” pelos modernistas. A segunda faz a conexão entre a trajetória de Mário de Andrade e os artistas modernistas brasileiros, integrando a programação comemorativa do Centenário da Semana de 1922.

“A Volta do Baile da SPAM de Lasar Segall” propõe um revival, no qual serão apresentadas obras de autoria de Segall em uma cenografia que remete à produzida pelo artista para os bailes da Sociedade Pró-Arte Moderna, no início da década de 1930. A exposição tem contribuições de dois artistas contemporâneos da arte de rua, com a criação de totens de 4 metros cada um, numa proposta de revisita à obra de Segall, além de uma projeção de grandes dimensões no espaço.

Serviço

“Esse Extraordinário Mário de Andrade”, “Os Artistas da Academia”, “Os Artistas Modernistas” e “A Volta do Baile da SPAM de Lasar Segall”

Visitação até 30/6 de 2022

Horário: das 10h às 17h (permanência até as 18h)

Local: Museu Afro Brasil

Endereço: Parque Ibirapuera, Portão 10 (Estacionamento pelo Portão 3)

Ingressos: R$ 15 (meia-entrada R$ 7,50) / Entrada gratuita às quartas-feiras

Fonte: Museu Afro Brasil