Mostra Rodrigo Linhares: vivências por reflexo em cartaz no Museu de Arte Contemporânea da USP

No final de 2018, o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP) organizou a primeira chamada pública para seleção de três exposições temporárias a serem realizadas em sua sede, no Parque Ibirapuera. Tal ação resultou no recebimento de 190 propostas nas modalidades curadoria, mostra individual e mostra coletiva. O trabalho de seleção teve como parâmetros a vinculação da proposta à política de exposições do Museu, o seu ineditismo e a sua coerência conceitual. Rodrigo Linhares: vivências por reflexo, com curadoria de Adriana Palma, é a primeira dessas exposições, em cartaz até 9 de fevereiro de 2020.

Ao abarcar o percurso de Linhares, desde meados dos anos 2000 até uma série, datada de 2018, a curadora evidencia o processo de formação e afirmação desse artista por meio das relações que, direta ou indiretamente, ele estabeleceu com o pensamento e as obras de intelectuais e artistas vinculados à trajetória do MAC-USP. Destaca-se, nesse contexto, uma obra inédita que o artista produziu especialmente para essa mostra.

A produção de Rodrigo Linhares dialoga com os conceitualismos das décadas de 1960 e 1970 e isso o aproxima ainda mais do Museu, tendo em vista que a vertente conceitual é muito bem representada no acervo da instituição. Artistas como Hervé Fischer, Paulo Brusky, Angelo de Aquino e Rafael França, assim como integrantes do Grupo Fluxus, serviram, em diferentes momentos, de referencial para o processo de criação de Linhares como se poderá reconhecer no conjunto das obras expostas.


SERVIÇO

Exposição Rodrigo Linhares: vivências por reflexo

Até 09 de fevereiro de 2020

Museu de Arte Contemporânea da USP

Av. Pedro Álvares Cabral, 1301 – São Paulo/SP

Visitas: de terça-feira a domingo, das 10 às 21h

Entrada gratuita.

Fonte: Museu de Arte Contemporânea da USP