Mostra ‘O Pensionato Artístico Paulista na República Velha’ entra em cartaz na Pincoteca

A Pinacoteca do Estado de São Paulo, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, apresenta a exposição O Pensionato Artístico Paulista na República Velha (1889-1930), com 17 obras realizadas entre 1889 e 1925, por artistas que participaram do Pensionato Artístico. Entre eles Pedro Alexandrino, Campos Ayres, Mario Villares Barbosa, Dario Villares Barbosa, Helena Ohashi, Marcelino Vélez, Oswaldo Pinheiro, Valle Júnior, Lopes de Leão, Monteiro França e Túlio Mugnaini.

O estado de São Paulo, diferentemente do Rio de Janeiro, só passou a contar com uma Escola de Belas Artes na década de 1920. Antes disso, as possibilidades de ensino artístico estavam relacionadas às aulas particulares nos ateliês dos artistas residentes na cidade, nas pequenas escolas de duração efêmera ou ainda nas escolas profissionalizantes, como o Liceu de Artes e Ofícios.

O Pensionato Artístico foi criado como uma alternativa oficial para o aprimoramento no exterior, prática comum também na Europa, como maneira de possibilitar aos considerados talentosos a permanência em centros artísticos consagrados, normalmente com a exigência de uma produção determinada para a formação de acervos, sob o patrocínio de recursos do poder vigente no período, ampliando a respeitabilidade e o domínio das entidades promocionais, tanto sobre a formação e seus preceitos, quanto no quesito da comercialização e formação de coleções privadas.

Continue lendo
 

O Pensionato Artístico Paulista na República Velha (1889-1930)
Abertura dia 2 de março, sábado, a partir das 11h
Em cartaz até o dia 3 de novembro de 2013

Pinacoteca do Estado 
Praça da luz, 2  
Tel.: (11)  3324-1000
Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 18h 
Ingresso: R$ 6,00 e R$ 3,00 (meia). Grátis aos sábados e às quintas

Fonte: Secretaria de Estado da Cultura