Mostra “Livros breves, Linhas Rápidas”, fica em cartaz até 30/8, na Casa Guilherme de Almeida

1436976899
Foto: Divulgação

Exposição com acervo do poeta Guilherme de Almeida reafirma importância histórica dessa forma poética de comunicação que marcou o século XX

A Casa Guilherme de Almeida realizará, nas vitrines internas do museu, a exposição “Livros breves, Linhas Rápidas”. Com acervo exclusivo da casa que não está disponível para manuseio do público, a mostra será composta de pequenos livros raros e cartões postais da coleção de Guilherme de Almeida, e ficará em cartaz até 30 de agosto. A Casa pertence à Secretaria de Estado da Cultura e é gerenciada pela organização social Poeisis.

Os 12 postais expostos trazem mensagens dirigidas ao poeta por personalidades importantes como o escultor Victor Brecheret e o ex-presidente Juscelino Kubitschek.

O envio de cartões postais é uma prática antiga, que hoje perde força por conta dos avanços tecnológicos dos meios de comunicação. Esse tipo de correspondência breve com uma imagem no verso ainda é utilizado como forma de recordar e compartilhar momentos e sentimentos com pessoas distantes.

Os livros escolhidos por suas dimensões reduzidas apresentam características peculiares, como as capas em tecido de uma série de breves antologias literárias. Entre os 20 volumes está um que foi publicado pela Companhia de Jesus no século XVII, em Coimbra. O acervo inclui vários outros lançados no início do século XX, como a antologia Marinetti Futurista – Scelta di Poesie e Parole in Libertà, publicado em Milão, por volta de 1918.

Serviço:

Casa Guilherme de Almeida (Museu)
Rua Macapá, 187, Pacaembu
(11) 3672-1391/ 3673-1883
De terça a domingo, das 10h às 18h. Visitas espontâneas e agendadas.
Atende a escolas, mediante agendamento.
Entrada franca.

Fonte: Casa Guilherme de Almeida