Mostra comentada Cidade Radical tem último encontro da série no dia 30 de setembro

No dia 30 de setembro, das 19h às 21h, acontecerá o último ciclo de vídeo e roda de conversa da mostra comentada Cidade Radical, da Oficina Cultural Oswald de Andrade. Exibido por meio do Google Meet, a atividade tem classificação de 18 anos e oferece 75 vagas – a seleção é por ordem de inscrição, que acontece até o dia 29/09, clicando aqui.

Os encontros abordam aspectos relacionados às formas de ocupação, apropriação e a potência criativa como força das coletividades das cidades latino-americanas contemporâneas representadas em suas múltiplas manifestações narrativas audiovisuais, especialmente impactadas pela pandemia como fenômeno mundial.

Com a proposta de trazer para o debate do campo da cultura urbana as manifestações artísticas e culturais relacionadas diretamente com os territórios nos quais emergem, Cidade Radical tem realizado mostras de vídeos, proposições poéticas e encontros que aprofundam as conexões entre produtores, artistas, coletivos, espaços urbanos, espaços de pesquisa e gestão cultural. A concepção, curadoria e mediação é de Lilian Amaral.

No evento on-line do dia 30/09, o tema é Cidade e cinema. O intuito é apresentar e colocar em perspectiva relacional criações audiovisuais sintonizadas com as questões relacionadas às formas de ocupação dos espaços urbanos, a novas narrativas pautadas por demandas sociais, acessibilidade cultural, diversidade e direitos, bem como na ativação de lugares não convencionais, destinados ao uso e fruição artística e cultural. Exemplos de coletivos que vêm projetando ideias em imagens e sons na arquitetura das cidades, tomando-a como pele e tela: Projetemos, ReOcupa– MSTCC | Ocupação 9 de Julho – Ocupação Mauá, entre outras experiências estão nas discussões.

Artistas participantes e obras:

Paulo Pereira – SP – Falange –  BRILHA

Tadeu Jungle – SP- OCUPAÇÃO MAUÁ

Lucas Bambozzi –SP – AVXLab –  Mola- SP– Galeria ReOcupa

André Fratti Costa – SP – Olhar Periférico Filmes –CINECIDADES, PAISAGENS EM MOVIMENTO. Versão reduzida. (2010/2020)

Fonte: Poiesis