Mostra anual natalina: famílias montam Presépios no Museu de Arte Sacra de São Paulo

Unidos por vínculos afetivos, convidados mostram sua representação do momento maior da renovação da fé.

O Museu de Arte Sacra de São Paulo (MAS/SP), dando sequência aos eventos comemorativos de seu Jubileu de Ouro a ser completado em Junho de 2020, exibe “Presépios da Vida – uma história de paz!”,sua mostra anual de presépios, sob curadoria de Chris Ayrosa,com 29 conjuntos representativos da cena da Natividade, de diferentes origens, procedências, épocas, materiais e estilos montados a partir de peças do acervo do museu ou da coleção pessoal, com ambientação personalizada por um grupo de convidados.

Ao aceitar o convite para assumir a curadoria da já tradicional exposição, Chris Ayrosa evocou a importância da “Família” como mote principal para os participantes por ela chamados visto que, “para mim, representa o início e razão de tudo”. “Ela prontamente apresentou um conceito que, ao mesmo tempo, remete os adultos às suas memórias como traz as crianças a participar de uma ocasião marcante para construção de suas lembranças: montar um presépio, não em suas casas, mas em um ambiente repleto de evocações”, enfatiza José Carlos Marçal de Barros, diretor-executivo do MAS/SP.

Crianças, adultos, amigos, família, cada convidado se uniu a entes queridos e, em um momento de união de sensações e espírito, buscou um formato único de apresentar a cena do nascimento de Jesus. Utilizando-se de peças do acervo do MAS/SP, de nacionalidades e épocas distintas, feitas a partir de diferentes materiais como argila, madeira, papel, tecido, barro cozido, aniagem e outros. A mostra é o resultado de um esforço coletivo, onde cada convidado, junto a um ente querido, abre seu coração e representa a história universal do nascimento de Jesus. Grande parte das obras foi escolhida através de seleção aberta ao público. Também foi oferecida a opção aos convidados de trazerem seus próprios presépios, o que resultou em uma mostra plural, mas de extremo bom gosto e harmonia.

Presépios

O termo deriva do latim praesaepe, que significa o local para onde o gado é recolhido, estrebaria, curral, estábulo. Na cultura cristã, Jesus é colocado em uma manjedoura, que em latim se diz praesepium, de onde vem a nossa palavra presépio. De acordo com a Bíblia, São José e a Virgem Maria estavam em uma viagem, por motivo de recenseamento da Galileia, quando pararam para pernoitar nos arredores de Belém.

Historicamente, temos que o primeiro presépio foi montado por São Francisco de Assis, no Natal de 1223. O frade organizou e encenou o presépio na floresta de Greccio (comuna italiana da região do Lácio). Sua intenção foi a de explicar às pessoas mais simples o significado de como foi o nascimento de Jesus Cristo. A partir do século XVIII, a tradição de montar o presépio dentro das casas das famílias, se popularizou pela Europa e, logo em seguida, por outras regiões do mundo.

SERVIÇO:

Exposição Presépios da Vida – uma história de paz

Período: até 5 de janeiro de 2020

Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo – www.museuartesacra.org.br

Endereço: Avenida Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo (ao lado da estação Tiradentes do Metrô)

Tel.: 11 3326-5393 – agendamento / educativo para visitas monitoradas

Horários: de terça-feira a domingo, das 9 às 17h | Presépio Napolitano: das 10 às 11h e das 14h às 15h

Ingresso: R$ 6 (Inteira) | R$ 3 (Meia entrada nacional para estudantes, professores da rede privada e I.D. Jovem – mediante comprovação) | Grátis aos sábados | Isenções: crianças de até 7 anos, adultos a partir de 60, professores da rede pública, pessoas com deficiência, membros do ICOM, policiais e militares – mediante comprovação

Técnicas: Diversas

Número de obras: 29 Fonte: Museu de Arte Sacra de São Paulo