Memorial da Resistência promove mais uma edição do Sábado Resistente

No dia 15 de junho, o Memorial da Resistência realizará mais uma edição do “Sábado Resistente”, projeto realizado em parceria com o Núcleo de Preservação da Memória Política. O evento acontece às 14h, com a projeção do filme “Nostalgia da luz”, do diretor chileno Patrício Guzmán e interessante debate com as psicanalistas Maria Aparecida Kfouri Aidar e Cecilia Galli com mediação da também psicanalista, Maria Auxiliadora (Dodora) Arantes.

O belo filme de Guzman nos mostra que no deserto de Atacama, no Chile, a três mil metros de altitude, astrônomos, com equipamentos modernos, tiram proveito da transparência do céu para explorar galáxias em busca de vida extraterrestre. Paralelamente, aproveitando a secura do solo, um grupo de mulheres procura os corpos de seus parentes desaparecidos durante o período da ditadura militar comandada pelo general Pinochet. Como explicar que o trabalho de uma mulher que busca com as próprias mãos no deserto é parecido com o trabalho de um astrônomo? Como estabelecer a relação entre a ansiedade pela busca dos astros com o desespero na busca de um ente querido desaparecido?

Patricio Guzmán, diretor de cinema chileno que se especializou em filmes sobre o período governado por Salvador Allende, foi eleito um dos melhores documentaristas do mundo. Seus filmes “A batalha do Chile”, “Salvador Allende”, “O Botão de Pérola” entre outros, receberam vários prêmios.

O filme que será projetado e debatido foi incluído no 12º lugar na lista dos melhores documentários de todos os tempos, organizada pela revista britânica Sight and Sound.

PROGRAMAÇÃO

14h – Boas vindas – Marilia Bonas (Memorial da Resistência de São Paulo)
Maurice Politi (Nucleo Memória)
14h15 – Projeção do filme (duração aproximada 90 minutos)
16h as 17h30 – Mesa de debate, com a mediação de Maria Auxiliadora de Almeida Cunha Arantes – psicanalista do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae, autora do livro Tortura (2013) e ex-conselheira do Conselho de Administração do Núcleo Memória e a presença de Maria Aparecida Kfouri Aidar – psicanalista, membro do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae, professora e supervisora do curso de Psicanálise;

Cecilia Galli – socióloga e psicanalista do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae. Viveu na Argentina entre 1974 e 1980 onde realizou pesquisa sobre efeitos da ditadura militar na vida cotidiana.

SERVIÇO

Sábado Resistente

Dia 15 de junho, a partir das 14h

Memorial da Resistência de São Paulo
Endereço: Largo General Osório, 66 – Luz – Auditório Vitae – 5º andar
Telefone: (11) 3335-4990 | faleconosco@memorialdaresistenciasp.org.br
Aberto de quarta a segunda (fechado às terças)
Entrada Gratuita

Fonte: Memorial da Resistência de São Paulo