Memorial da Resistência lança edital Memórias do Presente: Comunicação em Direitos Humanos

O Memorial da Resistência de São Paulo abriu o edital Memórias do Presente: Comunicação em Direitos Humanos, voltado a pesquisadores, jornalistas, comunicadores e coletivos jornalísticos de todo o Brasil que atuam de forma independente.

O edital é dedicado a conteúdos que abordem as memórias de resistência e repressão da ditadura civil-militar (1964-1985) em bairros periféricos de cidades do Estado de São Paulo, publicados no site e nas redes sociais do museu no formato de uma reportagem especial.

Os interessados têm até 25 de fevereiro para se inscreverem no site do Memorial da Resistência, o regulamento pode ser acessado clicando aqui. As duas propostas contempladas serão divulgadas em 31 de março e avaliadas por uma comissão de seleção composta por Camilo Vannuchi, jornalista e escritor; Jéssica Moreira, jornalista, escritora e cofundadora do Nós, mulheres da periferia; e Raquel Melo, jornalista e coordenadora de comunicação do Instituto Vladimir Herzog.

Cada proposta contemplada receberá o valor de R$ 5 mil e terá suas matérias publicadas no site do Memorial que, com a realização inédita do edital, busca fomentar pesquisas e conteúdos jornalísticos que contribuam para a defesa dos direitos humanos e para uma maior compreensão do público sobre a história política do país, em especial nas periferias paulistas. 

Em um momento em que as narrativas sobre as ditaduras brasileiras se encontram em constante disputa e negacionismo, o museu enxerga na comunicação desses conteúdos uma oportunidade de fortalecer o exercício da democracia e de uma cidadania cada vez mais plural e participativa.

Qualquer dúvida ou mais informações, entre em contato pelo e-mail: cominicacao@memorialdaresistenciasp.org.br.

Fonte: Memorial da Resistência de São Paulo