Memorial da Resistência de SP faz apresentação sobre as organizações clandestinas de esquerda

No dia 8 de junho, das 14h às 17h, o Memorial da Resistência de São Paulo promove a apresentação “Organizações Clandestinas 1960/70”, com o artista Traplev. A entrada é gratuita.

O que é, quem foram e o que fizeram as chamadas “Organizações Clandestinas de esquerda” no Brasil, que foram obrigadas a atuar na clandestinidade após o golpe militar de 1964, praticamente dizimadas e ainda silenciadas no processo de “re-democratização” e na incompleta justiça de transição no país pós 1985.

VAR PALMARES, VPR, ALN, MR-8, MRT, POLOP, M3G, DI, COLINA, AP, PCB, são apenas algumas das mais de duas dezenas de organizações que lutaram contra a ditadura no Brasil.

Traplev fará uma apresentação de sua pesquisa que vem desenvolvendo para o projeto curatorial “Meta-Arquivo 1964-1985 – Espaço de escuta e leitura de histórias da ditadura no Brasil”, da curadora Ana Pato, que abrirá no Sesc Belenzinho em agosto de 2019.

O artista compartilhará seu processo de trabalho e de descobertas das organizações e suas múltiplas potências e curiosidades históricas da resistência brasileira.

Sobre o Artista:
Traplev (1977, Caçador, SC, vive em Recife, PE), é artista e mestre em artes visuais pelo PPGAV do Centro de Artes da UDESC, Florianópolis. Foi editor geral da publicação recibo de artes visuais (2002-2015). Expõe regularmente desde 1999, entre suas últimas exposições estão: 2018/19 – Arte, Democracia e Utopia, com curadoria de Moacir dos Anjos, no Museu de Arte do Rio de Janeiro, RJ; 2018 – MitoMotim, curadoria de Júlia Rebouças, Galpão Videobrasil, São Paulo; (2017) Novasbandeiras entre almofadas pedagógicas, Sé galeria, SP, entre outras.

SERVIÇO:

Organizações Clandestinas do Brasil de 1960-70, com o artista Traplev

Dia 08 de junho, às 14h

Memorial da Resistência São Paulo

Largo Gen. Osório, 66, Santa Efigênia, São Paulo/SP.

Gratuito

Fonte: Memorial da Resistência de São Paulo