Memorial da Resistência de São Paulo tem novo acervo digital

Destinado a estudantes, pesquisadores, professores, educadores e o público em geral, o novo repositório digital do Memorial da Resistência acaba de ser lançado. Com formato on-line, a plataforma reúne um acervo único no país, dedicado a preservar as referências das memórias da resistência e da repressão políticas do período republicano brasileiro.

A organização e difusão dos conteúdos é feita pelo software brasileiro Tainacan, específico para o gerenciamento de repositórios de acervos digitais e já utilizado por muitas instituições do país.

Na pesquisa, que pode ser feita por meio de palavras-chave ou coleções de interesse, o visitante tem acesso a fontes materiais, documentais e bibliográficas sobre organizações sociais, pessoas, lugares e eventos vinculados aos períodos autoritários do Brasil republicano.

Entre as informações disponíveis estão pesquisas realizadas por duas linhas de ação que compõem o acervo institucional do Memorial da Resistência: o Programa Coleta Regular de Testemunhos, composto por centenas de entrevistas audiovisuais com atores sociais do período da ditadura civil-militar, como ex-presos e perseguidos políticos, e o Programa Lugares da Memória que identifica e inventaria lugares da memória no estado de São Paulo.

Alguns dos marcos da cidade de São Paulo mapeados pelo Programa foram apresentados em uma campanha de vídeos promovidos pelo Memorial da Resistência. Clique aqui e assista. Mais informações, acesse: http://memorialdaresistenciasp.org.br/acervo-digital/

Fonte: Memorial da Resistência