Memorial da América Latina faz homenagem a modernistas com caricaturas gigantes

A partir de 13 de fevereiro, o público que visitar o Memorial da América Latina poderá conferir, nas pilastras do Pavilhão da Criatividade Darcy Ribeiro, a exposição de 16 caricaturas de artistas ligados ao Movimento de 22.

Com curadoria de Jal (José Alberto Lovetro), presidente da Associação dos Cartunistas do Brasil, a mostra “Pilares de 22” foi concebida e realizada pelo Memorial da América Latina e contará com caricaturas gigantes para homenagear quem participou da Semana da Arte Moderna e também aqueles que contribuíram para difundir as ideias modernistas pela América Latina.

As caricaturas são do artista Luiz Carlos Fernandes, paulista de Avaré e que coleciona mais de 70 prêmios de artes gráficas no Brasil e no exterior. Elas retratam Victor Brecheret, Di Cavalcanti, Flávio de Carvalho, Graça Aranha, Anita Malfatti, Menotti del Picchia, Villa-Lobos, Antonieta Santos Feio, Guiomar Novaes, Guilherme de Almeida, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Plínio Salgado, Tarsila do Amaral, Manuel Bandeira e Pagu.

Nesta mostra foram escolhidos não só quem participou da Semana de 22, mas outros artistas brasileiros que contribuíram para o que é considerado o Modernismo na América Latina, seja pela estética, pelas concepções, pelas técnicas, pelas figuras retratadas nas respectivas obras de artes para além do eixo Rio-SP, como a pintora paraense Antonieta Santos Feio. Outro artista, Flávio de Carvalho, não esteve na semana, mas foi considerado por Oswald o mais modernista dos modernistas.

O público poderá fotografar, fazer selfies e stories para se sentir no clima de 1922. A entrada é gratuita, sem necessidade de agendamento prévio, respeitando os protocolos sanitários vigentes.

As caricaturas ficarão instaladas nas pilastras em frente ao Pavilhão da Criatividade durante todo o ano e contarão com mini-biografias das personalidades.

“A ideia é homenagear quem participou da Semana da Arte Moderna e também aqueles que contribuíram para difundir as ideias modernistas pela América Latina, pois a semana não foi só um estopim, ela foi uma das estrelas de um movimento que acontecia por toda a América Latina”, afirma Jorge Damião, presidente da Fundação Memorial da América Latina.

ABERTURA

A inauguração dos pilares acontecerá no dia 13 de fevereiro, ao meio-dia, data que marca o centenário de abertura da Semana de Arte Moderna no Theatro Municipal de São Paulo.

O lançamento da exposição “Pilares de 22” contará com apresentação de chorinho do Trio Jr Alves. O repertório inclui canções que remetem ao cenário musical da época da Semana de 22.

Serviço
Exposição Pilares de 22
Pavilhão da Criatividade Darcy Ribeiro / Praça da Sombra
Inauguração: 13 de fevereiro, às 12h
Visitação: De terça a domingo, das 10h às 17h
Avenida Mário de Andrade, 664 – Barra Funda (acesso pelos portões 8 e 9)
Entrada gratuita
Sem necessidade de agendamento

Fonte: Memorial da América Latina