MCB realiza visita especial com o ambientalista Ricardo Cardim na 1ª Jornada do Patrimônio de São Paulo

MCBMostra “A Casa e a Cidade – Coleção Crespi-Prado”; foto: Mariana Chama

Na primeira edição da Jornada do Patrimônio de São Paulo, o Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, promove uma visita especial com o ambientalista e consultor para manutenção e reposição das espécies vegetais do Museu, Ricardo Cardim. Com entrada gratuita, a atividade acontece no dia 12 de dezembro, sábado, às 14h30.

Durante a visita, Cardim conduzirá o público pelo jardim do Museu, abordando seus aspectos históricos, culturais e botânicos no contexto da metrópole. Também a partir da exposição “A Casa e a Cidade – Coleção Crespi-Prado”, Cardim apresentará a paisagem original da casa do MCB, no módulo “Território” da mostra, do qual foi colaborador, destacando as transformações decorrentes da urbanização da várzea do rio Pinheiros e os desafios da sustentabilidade urbana no século 21.

Sobre a Jornada do Patrimônio de São Paulo

Nos dias 12 e 13 de dezembro de 2015, a Secretaria Municipal de Cultura e o Departamento do Patrimônio Histórico farão um convite especial a paulistanos e turistas: a oportunidade de reconhecer seu patrimônio histórico, artístico e cultural, distribuído por diversos pontos da cidade. Neste fim de semana, será realizada a primeira Jornada do Patrimônio paulistana, nos moldes do que já ocorre em diversos países, como as Journées du Patrimoine na França e o Open House em Nova Iorque (openhousenewyork). 

No caso de São Paulo, além dos espaços culturais e artísticos que são de propriedade da Prefeitura de São Paulo e ficarão abertos durante o evento para visitação pública, pessoas físicas e instituições que ocupam imóveis históricos ou de interesse cultural também abrirão seus bens durante este fim de semana, ampliando a oferta de locais que poderão ser visitados e integrar roteiros temáticos. 

Os equipamentos públicos da Prefeitura de São Paulo, assim como edifícios de instituições ou privados que já ficam abertos ao público, vão oferecer atividades específicas de patrimônio histórico para seus visitantes. O objetivo do evento é sensibilizar o cidadão, levando-o a reconhecer e proteger seu patrimônio histórico, artístico e cultural. 

Sobre a mostra “A Casa e a Cidade – Coleção Crespi-Prado”

A exposição de longa-duração traz um retrato da cidade de São Paulo entre o final do século 19 até meados do século 20 por meio das peças do acervo da Fundação Crespi-Prado (em comodato no MCB), de ampla iconografia reunida, além de textos dos professores de arquitetura e urbanismo Carlos Lemos e Maria Ruth Amaral, e da contribuição do ambientalista Ricardo Cardim.

Dividida em módulos – Renata Crespi; Fábio Prado; território; vida pública e cidade; e o Solar -, a mostra busca apresentar aspectos do cotidiano do casal que habitava o Solar Fábio Prado, revelando suas origens, sua atuação como protagonistas na história da cidade, e a casa em que moraram, caracterizada desde o início como um local de encontros, reuniões e eventos de caráter político e cultural. A cidade do período é reconhecida, com os avanços urbanísticos propiciados pela própria gestão de Fábio Prado que, como prefeito de São Paulo de 1934 a 1938, permitiu a expansão da malha urbana rumo ao rio Pinheiros. Por meio de textos do ambientalista Ricardo Cardim e pesquisa iconográfica em acervos como da Fundação Energia e Saneamento, do Esporte Clube Pinheiros e da Casa da Imagem de São Paulo, pode-se identificar as transformações ocorridas neste território de inserção do Solar Fábio Prado, desde as primeiras ocupações à canalização do rio Pinheiros.

Sobre o jardim do MCB

Área verde de mais de 6 mil m2, o jardim do MCB reúne cerca de 200 espécies, entre plantas e árvores nativas e exóticas. Em 2015, muitas atrações especiais aconteceram nesse espaço do Museu, como o ciclo de instalações de balanços promovido em parceria com o BOOMSPDESIGN; a exposição E.CO – Encontro de Coletivos Ibero-Americanos revela, com painéis fotográficos de grandes dimensões, múltiplas visões da cidade de Santos, sua orla, porta e paisagem urbana, por meio do trabalho de 100 artistas latino-americanos; além de eventos como a Virada Cultural, Virada Sustentável e o Tapas Week, feira gastronômica realizada como parte da exposição “Tapas: design espanhol para gastronomia”, em cartaz no MCB entre setembro e novembro deste ano. Nos dias 4 e 5 de dezembro, o jardim será palco do Mercado Manual, evento com ares de festival  que reúne mais de 50 expositores junto com uma intensa programação de oficinas, música, atrações infantis e rodas de conversa.

Sobre Ricardo Cardim

Ricardo Cardim, desde criança, fez da vegetação brasileira seu principal interesse. Mestre em Botânica pela USP, é também o professor responsável pelo curso de Paisagismo Sustentável do Green Building Council Brasil (GBC) e Sócio da SkyGarden Telhados e Paredes Verdes. Em 2010 foi indicado Empreendedor de Futuro pela Fundação Schwab (Davos, Suíça) e pela Folha de S. Paulo por seu trabalho com o meio ambiente urbano e o blog “Árvores de São Paulo”, hoje com mais de dois milhões de acessos. Em 2011, recebeu a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo pela descoberta de três remanescentes de Cerrado na metrópole paulistana que resultaram nos primeiros parques públicos com a vegetação ameaçada, em 33 mil m². Desde 2011, Ricardo é colunista de meio ambiente urbano na Rádio Estadão e “Dr. Árvore”, na Rede Globo São Paulo, desde 2013.

SERVIÇO

Jornada do Patrimônio de São Paulo
Visita especial ao MCB com o ambientalista Ricardo Cardim
12 de dezembro, sábado às 14h30 – Entrada Gratuita (dispensa inscrição prévia)
Local: Museu da Casa Brasileira – (11) 3032-3727
Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705 – Jardim Paulistano
www.mcb.org.br  

VISITAÇÃO
De terça a domingo, das 10h às 18h
Ingressos: R$ 6 e R$ 3 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos
Gratuito aos sábados, domingos, feriados e aberturas noturnas
Acesso a pessoas com deficiência | Bicicletário com 40 vagas
Estacionamento pago no local
Visitas orientadas: (11) 3026.3913 / agendamento@mcb.org.br

Fonte: Museu da Casa Brasileira