MCB realiza apresentações musicais acústicas no jardim para comemorar o aniversário de São Paulo

mcb sap paulo

25 de janeiro, sábado às 11h – Gratuito

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, preparou uma programação especial para o 460º aniversário da cidade de São Paulo. Em 25 de janeiro, sábado a partir das 11h, os grupos Cabaré Três Vinténs, Emblues Beer Band e Mustache e os Apaches farão apresentações acústicas no jardim. A entrada é gratuita e a classificação etária é livre.

Dedicados à música de rua, os conjuntos fundem ritmos brasileiros e internacionais a performances artísticas. “Levar arte às ruas e espaços públicos da cidade é uma ação transformadora, que quebra a rotina da metrópole e inspira um cotidiano mais humano”, afirmam os integrantes do Cabaré Três Vinténs. Na ocasião, o MCB convida a todos os visitantes a participar desse encontro ao ar livre no museu, trazendo amigos e familiares. Toalhas de piquenique são bem-vindas, para aproveitar o jardim de mais de 6 mil m2.

O repertório das apresentações, que acontecem seguidamente a partir das 11h, será uma celebração de diversas culturas e da arte urbana. O Cabaré Três Vinténs resgata as tradições dos cabarés de variedades que proliferaram pelo mundo a partir da década de 1930, trazendo à tona uma inesperada fusão entre swing jazz, música brasileira e elementos da cultura circense. O Emblues Beer Band mescla influências do folk e do jazz das bandas New Orleans às culturas caipira e regional. Criado no Embu das Artes, a partir de integrantes de um bloco carnavalesco da cidade, o grupo leva a música e alegria pra rua como uma banda itinerante de ritmos variados. O repertório do conjunto traz desde o tema do filme “Pulp Fiction”, até canções de Almir Sater, Bob Dylan ou Ray Charles. Já Mustache e os Apaches são Inspirados pelas jug bands norte-americanas e pelos espetáculos do Circo Vaudeville. O grupo se apresenta desde o início de 2011 nas ruas de São Paulo, em shows lúdicos e espontâneos que reúnem públicos de diferentes idades em espaços públicos da cidade.

Exposições em cartaz

Gratuito aos domingos e feriados, o museu oferece ainda ao público a possibilidade de conferir as mostras de longa duração e as exposições temporárias em cartaz. Com visitação até 16 de fevereiro, “Patrimônio Paulista: a caminho do Oeste e patrimônio escolar” é fruto da pesquisa elaborada para terceiro e o quarto volumes da coleção Patrimônio Paulista, respectivamente “A caminho do oeste paulista” e “Patrimônio escolar: uma saga republicana”, com textos da escritora e cientista social Margarida Cintra Gordinho e fotografias de Iatã Cannabrava, Malu Teodoro e Vinícius Assencio. A mostra aborda aspectos da ocupação do interior paulista e a formação de seu patrimônio cultural, revelando também a expressividade das edificações escolares construídas em São Paulo entre 1890 e 1930.

Com encerramento marcado para o dia seguinte ao aniversário de São Paulo, a exposição “27º Prêmio Design MCB” reúne cerca de 80 trabalhos, entre produtos, publicações e protótipos, premiados e finalistas, juntamente com os cartazes selecionados e a peça gráfica vencedora deste ano. A mostra traz o resultado final da avaliação do júri sobre mais de 800 trabalhos inscritos, com base em critérios como originalidade, concepção formal, inovação tecnológica, adequação ao mercado, viabilidade industrial, segurança e proteção ambiental.

Em paralelo ao 27º Prêmio Design, o MCB apresenta uma proposta de resgatar a trajetória dos “Pioneiros do design brasileiro” por meio de painel sobre o criador de objetos, gravuras e joias Fábio Alvim, que notabilizou-se pelo design de luminárias como a “Concha”, catalogada pelo MoMA (Nova York). A peça está exposta junto com textos e imagens de outros trabalhos feitos pelo designer na área de iluminação. Com esta iniciativa, o museu pretende relembrar, em paralelo às edições anuais do Prêmio Design, trajetórias individuais marcantes na história do design nacional.

Também simultaneamente ao Prêmio Design, um painel expositivo revela o resultado do trabalho de 2013 do Programa Inclusão MCB na parceria com o Centro de Convivência e Cooperativa – CECCO Eduardo Leite – Bacuri, que atua com assistência psicossocial. Além da exposição de protótipos de dois objetos desenvolvidos pelo grupo, o processo de trabalho é contado na história em quadrinhos: Os 9 desafios do Cecco em busca da autonomia. Os objetos desenhados pelo grupo, criadas a partir de questões sobre autonomia propostas aos participantes e que podem ser vistos no museu, são o guarda-chuvas com Iluminação especial e um cão-guia de brinquedo que funciona como sensor acoplado a bengalas.

No jardim do museu, até 30 de janeiro, o público pode interagir com a instalação “Balanço Sobra”, do designer Zanini de Zanine. Parte do ciclo de instalações de balanços promovido pelo MCB e o BOOMSPDESIGN desde agosto de 2013, “Sobra” é fruto do reaproveitamento criativo da madeira de demolição excedente da produção de marcenaria do Studio Zanini.

Os visitantes poderão conhecer ainda as mostras de longa duração “Coleção MCB”, com móveis e utensílios da casa brasileira dos séculos 17 ao 21, e “A Casa e a Cidade – Coleção Crespi-Prado”, que retrata um importante capítulo do desenvolvimento paulistano entre o final do século 19 e meados do século 20 a partir do cotidiano e da trajetória dos moradores originais da casa que hoje abriga o MCB: o casal Fábio Prado e Renata Crespi.

Os interessados em visitas agendadas com o Núcleo Educativo do MCB podem enviar e-mail para agendamento@mcb.org.br ou ligar para os telefones (11) 3032.2499 e (11) 3032.3727.

Sobre o Museu da Casa Brasileira
O MCB, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, dedica-se às questões da cultura material da casa brasileira. É o único do país especializado em design e arquitetura, tendo se tornado uma referência nacional e internacional nesses temas. Dentre suas inúmeras iniciativas, destaca-se o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, realizado desde 1986, e que este ano comemora sua 28ª edição.

SERVIÇO:

Aniversário de São Paulo no Museu da Casa Brasileira
25 de janeiro, a partir das 11h – Gratuito

Local: Museu da Casa Brasileira
Horário: de terça a domingo das 10h às 18h
Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705 – Jardim Paulistano
Tel. 3032-3727

Ingresso: R$ 4 / R$ 2 (meia-entrada)
Domingos e feriados – Gratuito

Acesso a pessoas com deficiência/Bicicletário com 20 vagas
Estacionamento pago no local

Visitas orientadas: 3032-2564 – agendamento@mcb.org.br
Site: www.mcb.org.br

Informações para a imprensa | Museu da Casa Brasileira
Filipe Bezerra – Coordenador de Comunicação | comunicacao@mcb.org.br
Andrea Polimeno – Assist. de Comunicação |assistcomunicacao@mcb.org.br
Izabelle Prado – Assistente de Comunicação | assist2comunicacao@mcb.org.br

Informações para a imprensa – Secretaria de Estado da Cultura
Renata Beltrão – (11) 2627-8166 rmbeltrao@sp.gov.br
Jamile Menezes – (11) 2627.8243 jmferreira@sp.gov.br