MCB apresenta a mostra Design e indústria: a história da tradicional botica Granado

O dia 05 de março, sábado, marca o início da nova exposição do Museu da Casa Brasileira (MCB), instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, administrado pela Fundação Padre Anchieta. ‘Design e indústria – a história da tradicional botica Granado’ apresenta o histórico dos principais acontecimentos dos 152 anos da empresa. A curadoria é das historiadoras Ana Maria Pereira de Almeida e Jacqueline de Araujo.

O público poderá conhecer mais de 250 peças que fazem parte do acervo da Granado e ainda entender o desenvolvimento dessa indústria e publicidade no contexto da cidade do Rio de Janeiro. O passeio começa pela origem da marca, com seus rótulos, embalagens e impressos de diferentes épocas.

O visitante é convidado a fazer uma viagem no tempo por meio de produtos icônicos, registros de clientes ilustres, condecorações nacionais e internacionais. Ao final, poderá conhecer a produção e desenvolvimento dos produtos e visitar uma sala interativa sobre o universo da perfumaria.

Para as historiadoras Ana Maria Pereira de Almeida e Jacqueline de Araujo, responsáveis pela pesquisa e preservação do acervo Granado, as peças, formam um conjunto dinâmico. “Cada embalagem, identidade visual ou novo produto é incorporado à coleção após seu lançamento. E constituem fonte de pesquisa e inspiração para o desenvolvimento de novos produtos e comunicação da marca”, explica Jacqueline.

“Essa é a primeira exposição do MCB na gestão da Fundação Padre Anchieta. E é um imenso prazer colocarmos em evidência a história de uma empresa reconhecida internacionalmente como sinônimo de qualidade, solidez e sustentabilidade”, diz José Roberto Maluf, presidente da FPA.

“Oferecemos um registro dos primórdios da industrialização e do início do estabelecimento do design pelos processos de produção, venda e comunicação dos produtos, que se deu muito antes da formação do campo do design em terras brasileiras. Esta mostra é um passeio pelo tempo, do passado ao presente, reconhecendo produtos e conhecendo detalhes, por meio de objetos, material gráfico e novas produções”, comenta Giancarlo Latorraca, diretor técnico do MCB.

“Granado participou de várias fases da história do país. É muito bom poder comemorar esse momento dividindo a riqueza do nosso acervo com o público”, diz Sissi Freeman, diretora de Marketing Granado | Phebo.

Início de um legado

A botica Granado Pharmácias, empresa de cosméticos e medicamentos mais tradicional do Brasil, foi fundada pelo português José Antonio Coxito Granado, na capital imperial no Rio de Janeiro (RJ), na antiga Rua Direita – atual Rua Primeiro de Março, na época a rua mais movimentada da cidade.

O tempo foi passando e a Granado permanece de portas abertas no mesmo lugar. O que chama atenção é que foi com manipulação de extrato de plantas e ervas cultivadas no sítio Granado, que ele conquistou a família real de D. Pedro ll, que decidiu condecorar a botica com o título de Pharmácia Oficial da Família Imperial Brasileira, esse fato histórico aconteceu pela cultivação dos produtos naturais.

SERVIÇO:

Exposição ‘Design e indústria – a história da tradicional botica Granado’

VISITAÇÃO

Museu da Casa Brasileira

A partir do dia 05/03, de terça a domingo, das 10h às 18h

Av. Brig. Faria Lima, 2.705 – Jardim Paulistano, SP

Próximo à estação Faria Lima da Linha Amarela do Metrô.

Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada)

Acessibilidade no local | Bicicletário com 40 vagas |

Estacionamento pago no local

Fonte: MCB