Matilha Cultural lança livro “Raul”, do quadrinista Alexandre De Maio

A Matilha Cultural lança, em 15 de março (quinta-feira), às 19h, o primeiro livro solo do jornalista e quadrinista paulistano Alexandre De Maio, intitulado “Raul”. Também de 15 de março a 8 de abril, vai rolar a primeira exposição de jornalismo em quadrinhos.

O livro Raul é uma entrevista em HQ com Rafa (nome fictício), jovem da baixada do Glicério que começa sua vida como Raul – alcunha pela qual são conhecidos os criminosos que aplicam golpes de cartão de crédito, e se torna rapper. A HQ mostra a trajetória entre o sucesso e o crime nos anos 2000 – após ser preso, virar notícia e ver sua carreira artística desabar, Rafa vira um foragido da justiça.

“Queria fazer uma HQ que contasse uma história real e que abordasse um tema que ainda não tivesse sido explorado”, afirma De Maio, explicando as motivações que o levaram a escrever e desenhar. “Esse livro é uma entrevista com um personagem de São Paulo que vive de um crime invisível. Raul mostra como funcionam os golpes de cartão de crédito no Brasil.”

Já a exposição Jornalismo em Quadrinhos, traz desenhos de De Maio, Carolina Ito (da Revista TPM), Helô D’Angelo (Revista CULT), e Robson Vilalba, vencedor do Prêmio Vladimir Herzog em 2014 e autor do livro Notas de um tempo silenciado (2015).

Das quarenta telas da exposição, a maioria é assinada por Alexandre De Maio, como a HQ produzida em comemoração aos 100 anos do samba, em 2017. “O visitante consegue passear pela exposição e ler essa HQ em 26 telas grandes”, diz De Maio. “Haverá dez telas do livro Génération favela e uma tela de computador com HQs online.” De Maio selecionou ainda dois prints de jornais do século XV para mostrar que já existia jornalismo em quadrinhos naquela época. “O quadrinho nasceu fazendo jornalismo.”

Um workshop de Jornalismo em Quadrinhos gratuito fará parte da exposição, no dia 31 de março e dia 6 de abril acontece no cinema um debate com os artistas De Maio, Robson Vilalba, Carol Ito e Helô D’Angelo. Além da venda de livros e da exposição, a noite de lançamento na Matilha Cultural contará com um debate sobre “Realidade, Quadrinhos e Jornalismo”, que abordará o processo criativo das HQ documentais com a participação do autor de Raul, Alexandre De Maio, e do escritor Ferréz. O encontro terá pocket show da rapper Luana Hansen. Depois da sessão de autógrafos, haverá também discotecagem com o DJ Gê.

Alexandre De Maio
Já publicou mais de 40 reportagens em quadrinhos e lançou os livros de ficção em quadrinhos Os inimigos não mandam flores (2006) e Desterro (2013), ambos em parceria com o escritor Ferréz, e ilustrou Génération favela, de Marie Naudascher e Héléne Seingier, lançado na França em 2016. De Maio também é co-autor da reportagem em HQ Meninas em jogo (2014) junto com a jornalista Andrea Dip, da Agência Pública, sobre exploração sexual infantil em Fortaleza que ganhou o VII Concurso Tim Lopes de Jornalismo Investigativo (2013) e foi finalista do prestigiado Prêmio Gabriel García Márquez para o Novo Jornalismo Ibero-americano em 2015.

Helô D’Angelo
É formada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. É autora da reportagem em quadrinhos Quatro Marias, sobre as realidades do aborto no Brasil, e editora do blog feminista Eu, tu, elas. Atualmente trabalha como repórter da revista CULT e ilustradora freelancer.

Robson Vilalba
É formado em Ciências Sociais pela Universidade de Londrina (UEL) e mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Em 2014, recebeu o Prêmio Vladmir Herzog pela reportagem em quadrinhos Pátria Armada (Gazeta do Povo). Autor do livro Notas de um tempo silenciado, pela editora Besouro Box. Em 2017, foi agraciado com o prêmio Lorenzo Natali, organizado pela União Europeia, por seu trabalho no webdocumentário Trabalho invisível. Atuou como designer na Gazeta do Povo e tem publicado no jornal Folha de São Paulo e Diplomatique Le Monde Brasil. Hoje é responsável pela área de criação do estúdio de design Thapcom.

Carol Ito
É jornalista, autora do livro independente de reportagem em quadrinhos Estilhaço: uma jornada pelo Vale do Jequitinhonha, autora do blog de quadrinhos autorais Salsicha em Conserva. Também atua na Revista Trip. Como pesquisadora, desenvolve mestrado em Ciência da Informação, na ECA (USP), sobre webcomics feitas por mulheres no Brasil. Coordena o projeto Políticas, de quadrinhos políticos feitos por mulheres, disponível no Tumblr, Instagram e Facebook.

Sobre a Matilha Cultural
Entidade independente e sem fins lucrativos instalada em um edifício de três andares, localizado no centro de São Paulo. Integra um espaço expositivo, sala multiuso, café, além de um cinema com 68 lugares. Fruto do ideal de um coletivo formado por profissionais de diferentes áreas, a Matilha foi aberta em maio de 2009 e tem como principais objetivos apoiar e divulgar produções culturais e iniciativas socioambientais do Brasil e do mundo. Toda programação da Matilha Cultural é gratuita ou a preços populares. O espaço pode ser locado para eventos privados e a renda dessa locação é revertida para financiar projetos culturais e socioambientais da entidade.

SERVIÇO

Lançamento do livro Raul e da exposição “Jornalismo em Quadrinhos”
Quinta-feira, 15/03, às 19h
Local: Matilha Cultural
Rua Rego Freitas, 542, República, São Paulo -SP
Debate “Realidade, Quadrinhos e Jornalismo”
Com De Maio e Ferréz
Pocket show com Luana Hansen
Discotecagem de DJ Gê
Entrada franca

Fonte: Matilha Cultural