Matchfunding BNDES+ Patrimônio Cultural faz terceira e última chamada do ano

O Matchfunding BNDES+ está com inscrições abertas para a seleção de projetos até o dia 15 de agosto para a última chamada do ano. O fundo 2019/2020 é o maior da história e o primeiro do setor público, no Brasil: são R$ 4 milhões de fundo para dois anos de ação.

A seleção busca projetos capazes de deixar legado para patrimônios culturais brasileiros, além de capacitá-los em mobilização por meio de crowdfunding e triplicar sua arrecadação. Poderão se inscrever no edital como proponente pessoas jurídicas brasileiras, de direito privado, sem fins lucrativos que atendam aos requisitos.

 Os inscritos podem enviar projetos de pequeno e médio porte que gerem legado (benefícios perenes) para Patrimônios Culturais Materiais ou Imateriais formalmente reconhecidos ou em processo de reconhecimento em âmbitos federal, estadual, municipal ou mundial (Unesco), de acordo com regulamento.  As categorias de legado são: Promoção e Inclusão, Inovação e Tecnologia, Educação e Inspiração e Preservação e Memória, que passarão por critérios de seleção como coerência, inovação, tradição, impacto, entre outros.

Mais informações e inscrições pelo www.benfeitoria.com/canal/bndesmais.

Sobre o Matchfunding

O Matchfunding BNDES+ é um programa inovador de financiamento a projetos culturais. O projeto é o primeiro do setor público a adotar um modelo de financiamento combinado, unindo o aporte direto do BNDES ao financiamento coletivo (crowdfunding). A cada R$ 1 doado, o BNDES aportará R$ 2, observando o valor máximo de R$ 200 mil para cada projeto. Para receber os recursos efetivamente, as iniciativas deverão atingir suas metas de arrecadação, que serão informadas ao público. Além disso, só serão apoiadas as ações que apresentarem um determinado índice mínimo de pulverização de recursos. A ideia, com isso, é que sejam efetivamente realizados os projetos que contem com amplo engajamento do público.

SERVIÇO

Matchfunding BNDES+

Inscrições até 15 de agosto, pelo www.benfeitoria.com/canal/bndesmais.

Fonte: Benfeitoria e BNDES