MASP: seminário “Histórias das mulheres, histórias feministas”

O MASP realiza, dias 1º e 2 de fevereiro, das 10h às 16h, nova edição do MASP Seminários. Neste encontro, o tema é “Histórias das mulheres, histórias feministas”.

O encontro é a primeira parte de um projeto de longo prazo, que inclui uma exposição a ser inaugurada no MASP, em 2019. O seminário constitui um fórum público para estimular o debate e a pesquisa geral da exposição, e é um desdobramento do projeto “Histórias da sexualidade”, ocorrido em 2016.

“Histórias feministas, histórias das mulheres” deseja não só abordar tópicos mais prevalentes nos debates nacionais e internacionais em relação ao feminismo, mas também gerar publicamente novas reflexões, alimentando as discussões que moldarão o projeto nos próximos anos. O seminário de dois dias englobará apresentações sobre arte feminista, direitos humanos e ativismo, projetos curatoriais, raça e gênero, e tem a participação de artistas, curadoras, ativistas, escritoras e pesquisadoras.

As inscrições são presenciais. A retirada de ingressos será realizada duas horas antes do seminário, a partir das 8h, na bilheteria do Museu. No dia, será necessário cadastrar e-mail com nome completo, para emissão de certificado, bem como apresentar documento oficial para retirada do ingresso.

Cada ingresso é válido para 1 (um) dia de evento, sendo necessária a retirada em cada um dos dias. Os certificados serão emitidos somente para os participantes que comparecerem nos dois dias do seminário, e serão enviados para o e-mail cadastrado previamente.

CONVIDADOS: Carmézia Emiliano, Catherine Morris, Claudia Calirman, Débora Maria da Silva, Eliane Dias, Fulvia Carnevale, Gabriele Schor, Judy Chicago, Margareth Rago, Marina Vishmidt, Minoo Moallem e Regina Vater.

PROGRAMA 

QUINTA, 1 DE FEVEREIRO

10h – 10h30
Introdução

10h30 – 12h30
CLAUDIA CALIRMAN
O jogo de esconde-esconde: a abortagem do feminismo na arte brasileira

REGINA VATER
Ser mulher é um eterno desafio

CATHERINE MORRIS
Revisando a segunda onda: Black Radical Women, 1965-85

14h – 16h
ELIANE DIAS
Conexão mulher ativista, advogada e produtora

CARMÉZIA EMILIANO
A mulher faz-tudo não mora mais em mim

SEXTA, 2 DE FEVEREIRO 

10h30 – 12h30
GABRIELE SCHOR
Por que é importante chamar o Movimento de Arte Feminista da década de 1970 de vanguarda?

JUDY CHICAGO
Lembrando The Dinner Party

MARINA VISHMIDT
Realismo reprodutivo: Rumo a uma estética crítica do trabalho de gênero

14h – 16h
MARGARETH RAGO
Os feminismos e a construção de um mundo filógino

CLAIRE FONTAINE
Elevar o levante

MINOO MOALLEM
O enigma da mulher muçulmana

Fonte: MASP