Marcello Mastroianni é tema de mostra gratuita no MIS

4.mastroiannimis

12º Festival de Cinema Italiano homenageia ator com sete de seus maiores filmes; a crítica italiana de cinema, Cristina Colet, receberá o público para um bate-papo sobre a obra do ator

Entre os dias 14 e 20 de novembro, o MIS – instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – recebe uma mostra de filmes em homenagem a Marcello Mastroianni. A retrospectiva, que faz parte da programação da 12ª edição do Festival de Cinema Italiano, relembra a trajetória do ator, ícone do cinema clássico.  Além dos filmes, o MIS também recebe uma exposição fotográfica que retrata a carreira cinematográfica de Mastroianni. O Festival de Cinema Italiano no Brasil é um evento organizado pela Câmera ĺtalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura e apoio do Istituto di Cultura de São Paulo, que promove o cinema italiano contemporâneo.


Para discutir a importância do trabalho de Marcello Mastroianni, a crítica italiana de cinema, Cristina Colet, receberá o público para um bate-papo na abertura do evento, realizada no dia 14 de novembro. A conversa será seguida da exibição do longa Um dia muito especial/Una giornata particolare, de Ettore Scola. Além de Um dia muito especial, a mostra exibe os longas O belo Antônio (dir. Mauro Bolognini), Matrimônio à italiana (dir. Vittorio De Sica), A noite (dir. Michelangelo Antonioni), Os companheiros (dir. Mario Monicelli), Casanova ´70 (dir. Mario Monicelli) e Allonsanfàn (dir. Vittorio Taviani e Paolo Taviani).

Considerado o maior ator da Itália e um dos melhores atores de todos os tempos, Mastroianni participou de grandes produções como Os Companheiros (I compagni, Dir. Mario Monicelli, 1963), Cidade das Mulheres (La città delle donne, Dir. Federico Fellini, 1980) e Ontem, hoje e amanhã (Ieri, oggi, domani, Dir. Vittorio De Sica, 1963), no qual atuou com Sophia Loren.  Mastroianni faleceu aos 72 anos em 1996.

FESTIVAL Entre os dias 24 de novembro e 1º de dezembro, o Festival de Cinema Italiano segue para outros espaços culturais de São Paulo com a exibição de 16 filmes de cineastas italianos contemporâneos. 

Confira abaixo a programação do MIS.

 

14.11 |Abertura


19h45 |Debate com a crítica italiana Cristina Colet sobre a obra de Marcello Mastroianni

20h30 |Um dia muito especial/Una giornata particolare (Dir.Ettore Scola, 1977, 1´50´´, Itália/Canadá, Cor, Blu-Ray)

 

15.11

18h|O belo Antônio/Il bell’Antonio(Dir. Mauro Bolognini, 1960, 1´45´´, Itália/França, PB, Blu-Ray)
20h30 |Matrimônio à italiana/Matrimonio all’italiana (Dir. Vittorio De Sica, 1964, 1´42´´, Itália/França, Cor, Blu-Ray)

16.11
18h
| A noite/La Notte (Dir. Michelangelo Antonioni, 1961, 2´, Itália/França, PB, Blu-Ray)
20h30
| Um dia muito especial/ Una giornata particolare(Dir. Ettore Scola, 1977, 1´50´´, Itália/Canadá, Cor, Blu-Ray)


17.11
18h
|Os companheiros/I Compagni(Dir. Mario Monicelli, 1963, 2´10´´, Itália/França/Iugoslávia, PB, Blu-Ray)
20h30 | O Belo Antônio (Dir. Mauro Bolognini, 1960, 1´45´´, Itália/França, PB, Blu-Ray)

18/11
18h
|Casanova ´70 (Dir. Mario Monicelli, 1965, 2´5´´, Itália, Cor, Blu-Ray)
20h30
|Um dia muito especial/ Una giornata particolare(Dir. Ettore Scola, 1977, 1´50´´, Itália/Canadá, Cor, Blu-Ray)

 

19/11
18h
| Allonsanfàn (Dir. Vittorio Taviani e Paolo Taviani, 1974, 1´55´´, Itália, Cor, Blu-Ray)
20h30|Matrimônio à Italiana/Matrimonio all’italiana(Dir. Vittorio De Sica, 1964, 1´42´´, Itália/França, Cor, Blu-Ray)

 

20/11
18h
| Um dia muito especial/Una giornata particolare(Dir. Ettore Scola, 1977, 1´50´´, Itália/Canadá, Cor, Blu-Ray)
20h30|Casanova ´70 (Dir. Mario Monicelli, 1965, 2´5´´, Itália, Cor, Blu-Ray)

 

Sinopses

 

Um dia muito especial (1977) Roma, 6 de maio de 1938. Enquanto a cidade celebra a visita de Hitler e Mussolini, dois vizinhos bastante diferentes se conhecem: a dona de casa Antonietta (Sophia Loren), casada com um militante fascista e mãe de seis filhos, e o radialista homossexual Gabriele (Marcello Mastroianni). Ao longo do dia, vivem uma densa relação humana, compartilhando seus dramas e esperanças.

 

O belo Antônio (1960) As mulheres se apaixonam pelo belo e vistoso Antonio, pois imaginam que ele seja o “amante ideal”, mas na realidade ele é impotente. Antônio se casa com Bárbara, uma jovem rica que só descobre a verdade depois do casamento. O roteiro é baseado no romance de Vitaliano Brancati.

 

Matrimônio à italiana (1964) Baseado na famosa peça do comediante Eduardo De Filippo, o roteiro acompanha a engraçada e comovente história de amor de Domenico (Marcello Mastroianni) e Filumena (Sophia Loren), com seus altos e baixos ao longo de 22 anos. Na Nápoles da Segunda Guerra Mundial vive Domenico, um empresário bem sucedido e mulherengo. Domenico se apaixona por Filumena, uma jovem com um passado cheio de segredos, e se torna seu amante.

 

A noite (1961) Giovanni Pontano (Marcello Mastroianni) e Lidia (Jeanne Moreau) estão casados há 10 anos. O relacionamento entre eles está desgastado, especialmente em relação à comunicação. Durante uma festa em uma mansão eles tentam disfarçar suas angústias, ocupando o tempo com os demais convidados.

 

Casanova ´70 (1965) Andrea (Marcello Mastroianni), um oficial da OTAN, é um grande conquistador que gosta de viver aventuras amorosas arriscadas. Para curar sua “doença”, seu psicanalista recomenda um descanso no campo. Mas, mesmo de férias, o Casanova não vai deixar as mulheres em paz.  

Os companheiros (1963) Em Turim, no início do século XX, os operários de uma fábrica estão em dissidência com os patrões. Muitos são os acidentes de trabalho, que resultam num elevado índice de inválidos e muito sofrimento e insatisfação entre os operários. É necessária uma greve e para organizá-la, chega, de Roma, o professor socialista Sinigaglia. A greve termina em sangue, porém os trabalhadores voltam a acreditar e lutar por seus direitos. Dessa forma, Monicelli conta o nascimento do sindicalismo.

Allonsanfan (1974) Em 1816, quando o império de Napoleão acaba de ruir e a Restauração Francesa se anuncia, Fulvio Imbriani, aristocrata acusado de conspiração numa irmandade secreta, é solto da prisão. Ele tenta voltar à vida normal, retornando à casa da família e gozando novamente das regalias e privilégios que antes combatera. No entanto, sua namorada Charlotte e seus antigos companheiros o convencem a tomar parte numa causa revolucionária no sul da Itália. Apesar de considerar fúteis os esforços dos rebeldes, Fúlvio se envolve com eles até o fim.

Serviço:
12º Festival de Cinema Italiano no Brasil – Mostra Marcello Mastroianni
Data: 14 a 20 de novembro de 2016
Abertura: 14 de novembro, às 19h
19h45 – Debate Debate com a crítica de cinema Cristina Colet (retirada de senha com uma hora de antecedência na Recepção MIS)
Horário: Sessões às 18h e as 20h30
Local: Auditório MIS (172 lugares)
Ingresso: Gratuita (sujeito à lotação da sala – retirada de ingressos com uma hora de antecedência na Recepção MIS)
 
Exposição Marcello Mastroianni e o cinema italiano
Data: 14 a 20 de novembro de 2016
Horário:Segunda (14) a partir das 19h;terça a sábado, das 12h às 20h; domingo e feriado (15.11), das 11h às 19h
Local: Foyer do Auditório MIS
Ingresso: gratuito
 
Museu da Imagem e do Som de São Paulo
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo
Telefone: (11) 2117-4777
 
Fonte: Assessoria de imprensa | SEC
Imagem: Divulgação | MIS