Iphan abre vagas para mestrado remunerado em diversas áreas por todo o Brasil

São dez vagas para diversas áreas do conhecimento, entre elas, museologia

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) abriu as inscrições para o mestrado profissional em preservação do patrimônio cultural para a turma de 2020. São dez vagas disponíveis para alunos bolsistas em diferentes áreas, com atuação em diversos estados do Brasil. As bolsas ofertadas são de R$ 1,5 mil.

Poderão se inscrever nas vagas profissionais de museologia, arqueologia, arquitetura e urbanismo, geografia, engenharia civil, história, administração, comunicação social, direito, psicologia, ciências sociais, letras, biblioteconomia e biologia.

As inscrições para as vagas vão até o dia 2º de março, e a previsão do início dos trabalhos é em agosto de 2020. Os estudos duram 24 meses.

O objetivo do Mestrado é formar, de modo interdisciplinar, profissionais para o campo da preservação do patrimônio cultural, considerando a diversidade de disciplinas, questões e objetos envolvidos, assim como as particularidades regionais. Pretende-se capacitar o aluno para a análise crítica, formulação e desenvolvimento de ações de preservação, a partir de um conhecimento geral e abrangente que envolva aspectos sociais, históricos, jurídicos e tecnológicos aplicados ao campo. A especificidade da proposta do Programa de Especialização é a associação de atividades práticas profissionalizantes aos conteúdos teórico-metodológicos. Com isso, o aluno tem a oportunidade de um contato cotidiano prático com diferentes abordagens de preservação do patrimônio cultural, com uma bibliografia especializada, além de participar dos módulos de aulas e demais encontros.

Acesse o edital para mais informações e inscrição.

Fonte: Gazeta do Povo