Instituto Tomie Ohtake apresenta ‘Inquietudes – residências em fluxo,’ um programa de residência para artistas, gestores, produtores e empreendedores.

Inquietudes é um programa de residência composto por imersões, vivências, palestras, laboratórios de cocriação e mentoria para projetos dos setores da arte e cultura e para empreendimentos criativos. A residência em fluxo é um processo de aprofundamento de reflexões e práticas realizado de forma coletiva, no qual os participantes criam novas visões e estratégias para seus projetos e negócios a partir da conexão entre si e da interlocução com profissionais de notável reconhecimento nos campos da arte, gestão cultural, criatividade, comunicação, filosofia, política e ciência.

 

Inquietudes, com suas jornadas e registros dos percursos e processos organiza metodologias e sistematiza conteúdos para o trabalho de construção do olhar artístico, investigativo e cultural, se inserindo na missão do Instituto Tomie Ohtake de promover espaços de desenvolvimento do potencial crítico, reflexivo e criativo dos públicos participantes nas atividades.

Os conteúdos são organizados em três princípios norteadores e em três dimensões de percursos a partir de um conjunto de atividades-padrão.

 

Programa

O programa é composto por um conjunto de três módulos de quatro dias (quinta a domingo), sendo um módulo por mês.

 

Laboratórios de cocriação

Oficinas baseadas em metodologias sociais participativas e práticas de diálogo, onde residentes e orientadores se reúnem para interconectarem as percepções e emoções que surgiram a partir das experiências imersivas e palestras. Como essas vivências afetam cada residente? Que novas inquietudes e insights surgem a partir dessa rica troca? O que muda nos projetos? Os laboratórios são uma oportunidade para polinizar aprendizados e tecer relações nutritivas entre os residentes e seus projetos.

 

Mentorias

São conversas continuadas e individuais de cada residente com um profissional de grande experiência. Um momento de reflexão sobre a evolução do participante ao longo do processo, onde os orientadores lançam provocações para que convicções e posições sejam repensadas. As mentorias buscam pontos cegos e oportunidades de expansão, auxiliando o residente a encontrar novos percursos e meios para seus projetos.

 

Manifesto das inquietudes

O programa propõe a construção participativa de um manifesto das inquietudes com base nos princípios norteadores, reflexões e produções da residência.

 
Programação
19/4 – 10h – 18h
Encontro inicial para a integração dos residentes e para gerar subsídios iniciais para o laboratório
 
Módulo I –  20 a 23 de abril
 – Experiência imersiva proposta pelo filósofo e cientista político Renato Janine
– Palestra com Renato Janine
 – Laboratório de cocriação
– Mentoria individual aos participantes
– Encontro de conclusão do módulo e preparação para o módulo seguinte
 
Módulo II – 18 a 21 de maio
 – Experiência imersiva proposta pela atriz Denise Stoklos
– Palestra com o músico Benjamim Taubkin

– Laboratório de cocriação
– Mentoria individual aos participantes
– Encontro de conclusão do módulo e preparação para o módulo seguinte
 
Módulo III – 22 a 25 de junho
– Experiência imersiva proposta pelo neurocientista Sidarta Ribeiro
– Palestra com o neurocientista Sidarta Ribeiro
– Laboratório de cocriação
– Mentoria individual aos participantes
 – Encontro de conclusão da residência e produção do manifesto das inquietudes

 

Orientadores:
André Martinez
Marta Porto
Minom Pinho
 
Provocadores
Benjamim Taubkin
Denise Stoklos
Renato Janine
Sidarta Ribeiro
Entre outros convidados em diálogo com o fluxo da residência

 

Inscrições pelo site do Instituto Tomie Ohtake

Para o programa completo serão 15 vagas – mediante processo seletivo.

O Instituto confirmará a participação dos inscritos até o dia 10/4/2017

 

Mais informações, clique aqui.

 

Fonte: Instituto Tomie Ohtake
Imagem: divulgação