Instituto Butantan cria museu para pessoas com deficiência visual

Iniciativa inédita inclui maquete do Museu de Microbiologia e amostras com legendas em Braile
 
O Museu de Microbiologia do Instituto Butantan acaba de implantar o programa MicroToque, voltado para pessoas com deficiência visual parcial ou total. A iniciativa é inédita e visa a estimular a curiosidade científica desse público. O Museu de Microbiologia abriga uma exposição de longa duração, pela qual os visitantes realizam uma viagem interativa no mundo dos microrganismos.
 
As pessoas com deficiência visual vão contar com uma maquete do museu, composta por materiais de alta resistência ao toque e coloridos com duas cores contrastantes, de forma a facilitar a visualização por pessoas com baixa visão. A exposição conta ainda com modelos do vírus HIV, da bactéria Escherichia coli, do protozoário Trypanossoma cruzi e do fungoPenicillium notatum, todos contendo legendas em Braille e em macrocaracteres, representados em modelos tridimensionais.
 
Fonte: Portal do Governo do Estado