Instituições culturais do Governo de São Paulo recebem mais de 100 mil visitantes no primeiro mês de reabertura

Número representa 39,5% da ocupação em relação ao período anterior à pandemia. Algumas exposições estão com ingressos esgotados até dezembro

Mais de 100 mil pessoas visitaram as instituições culturais geridas pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo completado um mês de retomada das atividades presenciais do setor na capital paulista, ocorrida em 9 de outubro. Foram 107.281 visitantes até o dia 9 de novembro, número que representa 39,5% em relação ao mesmo período no ano anterior à pandemia. Em 2019, foram 4 milhões de visitantes, o equivalente a 333 mil por mês, média mantida no primeiro trimestre de 2020.

Alguns museus já estão com ingressos esgotados até 31 de dezembro. Caso da Pinacoteca, que desde o dia 15 de outubro, quando reabriu, recebeu cerca de 44 mil pessoas para a exposição “OSGEMEOS: Segredos”. Outros equipamentos que atraíram bastante público foram o Museu do Futebol, com a mostra “Pelé 80 – O Rei do Futebol”, com 120 visitantes por dia, e o MIS (Museu da Imagem e do Som), que reabriu no dia 16 de outubro e, em um mês, recebeu mais de 6 mil pessoas para a exposição “John Lennon em Nova York por Bob Gruen”. Destaque ainda para o Memorial da Resistência, que desde o dia 15 de outubro recebeu mais de 2500 visitantes, e o Museu da Casa Brasileira, com uma média de quase 5 mil pessoas neste primeiro mês.

“A Secretaria de Cultura e Economia Criativa preparou com cuidado a retomada das atividades de suas instituições culturais, com novas atrações, uma programação de alta qualidade e a adoção rigorosa de todas as medidas de prevenção recomendadas pelo Centro de Contingência da COVID-19 do Governo do Estado de São Paulo”, afirma o secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão.

Vale lembrar que, para cumprir as normas sanitárias, as instituições estão operando com no máximo 60% da sua capacidade de público e horários reduzidos, entre outras exigências previstas no protocolo de retomada das atividades da fase verde do Plano São Paulo, elaborado pelo Centro de Contingência da Covid-19 e recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Protocolos de saúde

As normas de retomada também preconizam que eventos com mais de 600 pessoas devem ter autorização especial da Secretaria Municipal de Licenciamento;  estabelecem  distanciamento do público de 1,5 metro, com sinalizações no piso; corredores com espaçamento de 2 metros para a circulação de pessoas; criação de comunicados visíveis ao público sobre as medidas de segurança e higiene adotadas pelo estabelecimento e capacidade permitida do espaço; direcionamento do uso de elevadores apenas para pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção; adoção de ingressos digitais, bem como conferência visual ou por meio de leitores óticos, sem contato manual do atendente; fraldários fechados, assim como áreas de espera, para não exceder a permanência do público no local;  obrigatoriedade do uso de máscaras por todos, do público à equipe de atendimento, e desinfecção diária do local; além de disponibilização de álcool em gel 70% para higienização das mãos. Os museus, em particular, precisam limitar as visitas em grupo de no máximo 10 pessoas, respeitando as regras de distanciamento, e optar por exposições que não exijam toques.

Impacto na cultura

De acordo com pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e encomendada pela Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, o setor cultural está entre os mais prejudicados pela pandemia da Covid-19. A suspensão das atividades culturais durante mais de seis meses impactou diretamente os projetos em andamento, a manutenção de postos de trabalhos e a garantia da renda para profissionais que atuam na área em todo o país. No Brasil, o setor de economia criativa corresponde a 2,64% do Produto Interno Bruto (PIB) e é responsável por 4,9 milhões de postos de trabalho.

Serviço:

Museu do Café (Santos/ SP)

Aberto desde: 20 de agosto

Horários Funcionamento: quinta a domingo, das 11h às 17h

Exposições: Café Àrabe: um símbolo de generosidade e Café, patrimônio cultural do Brasil: ciência, história e arte

www.museudocafe.org.br

Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro (Campos do Jordão/ SP)

Aberto desde:  5 de setembro

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 16h

Exposição: Acervo de Felícia Leirner

www.museufelicialeirner.org.br

Museu Casa de Portinari (Brodowski/ SP)

Aberto desde: 5 de setembro

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 16h

Atividade: Visita guiada pela história e trajetória do renomado artista brasileiro Candido Portinari

www.museucasadeportinari.org.br

Museu Índia Vanuíre  (Tupã/ SP)

Aberto desde: 3 de outubro

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 16h. 

Exposição: Tupã Plural

www.museuindiavanuire.org.br

Memorial da América Latina

Aberto desde: 13 de outubro

Horário de funcionamento: das 11h às 15h

www.memorial.org.br

Casa das Rosas

Aberto desde: 14 de outubro

Horário de funcionamento: quarta a sábado, das 12h às 16h

Exposições: Arteletra em Trânsito e Estrutura Explodida: vidobra de Haroldo de Campos

www.casadasrosas.org.br

Casa Guilherme de Almeida

Aberto desde: 14 de outubro

Horário de funcionamento: quarta a sábado, das 12h às 16h

Exposições: 100 anos de Sóror Dolorosa

www.casaguilhermedealmeida.org.br

Casa Mário de Andrade

Aberto desde: 14 de outubro

Horário de funcionamento: quarta a sábado, das 12h às 16h

Exposições: Mário & Alphonsus revisitados e Morada do Coração Perdido

http://www.casamariodeandrade.org.br/home

Museu do Futebol 

Aberto desde: 15 de outubro

Horário de funcionamento: quinta a domingo, das 13h às 19h

Exposição: Pelé 80 – o Rei do Futebol

https://museudofutebol.org.br/

Pinacoteca de São Paulo – Pina Luz

Aberto desde: 15 de outubro

Horário de funcionamento: quarta a segunda, das 14h às 20h

Exposição: OSGEMEOS: Segredos e Vèxoa: nós sabemos

www.pinacoteca.org.br

Memorial da Resistência de São Paulo

Aberto desde: 15 de outubro

Horário de funcionamento: quarta a segunda das 12h às 18h

Exposição: Orgulho e Resistências: LGBTs na ditadura

www.memorialdaresistenciasp.org.br

Museu da Casa Brasileira

Aberto desde: 16 e outubro

Horário de funcionamento:  terça a domingo, das 10h às 18h

Exposições: Casas do Brasil: Conexões Paulistanas e Urbanismo Ecológico 2020 www.mcb.org.br

MIS – Museu da Imagem e do Som

Aberto desde: 16 de outubro

Horário de Funcionamento: quinta e sexta, das 14h às 20h e sábado e domingo, das 12h às 18h

Exposição: John Lennon em Nova York por Bob Gruen

www.mis-sp.org.br

Museu da Arte Sacra de São Paulo

Aberto desde: 16 de outubro

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 9h às 17h

Exposições: “Nós da Etiópia – Recortes de uma viagem” – Fotografias Daniel Taveira e Via Crucis de Brecheret

www.museuartesacra.org.br

Paço das Artes

Aberto desde: 16 de outubro

Horário de funcionamento: sexta a domingo,das 12h às 18h

Exposição: Limiares, de Regina Silveira

www.pacodasartes.org.br

Museu Afro Brasil

Aberto desde: 20 de outubro

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 11h às 17

Exposições: Heranças de um Brasil Profundo e 150 anos do poema Navio Negreiro, do poeta Castro Alves

www.museuafrobrasil.org.br

Museu Catavento

Aberto desde: 21 de outubro

Horário de funcionamento: quarta a domingo, das 10h às 16h

Exposições: Astronomia, Terra, Vida e Engenho

www.cataventocultural.org.br

Museu da Imigração

Aberto desde: 22 de outubro

Horário de funcionamento: quinta a domingo, das 11h às 17h

Exposição: Migrar: experiências, memórias e identidades

www.museudaimigracao.org.br

Fonte: Secretaria de Cultura e Economia Criativa