Inscrições abertas para o curso gratuito Lugares de Memória e Direitos Humanos no Brasil

Até o dia 15 de setembro, estão abertas as inscrições para o curso Lugares de Memória e Direitos Humanos no Brasil, que será realizado de forma on-line, aos sábados, de 2 de outubro a 20 de novembro, pelo Núcleo de Preservação da Memória Política.  Os interessados podem se inscrever clicando aqui.

Assim como na edição 2020, o curso deste ano será realizado de forma gratuita, no formato virtual, de forma a garantir a segurança sanitária dos participantes e contribuindo para um maior compartilhamento de seu conteúdo, permitindo que pessoas de outras localidades (cidades, estados, países) possam participar, democratizando o conhecimento.

A atividade visa a promover o aprofundamento e a discussão sobre a ditadura civil-militar brasileira (1964-1985) e o período atual, e refletir sobre a pedagogia dos lugares de memória, considerando que o olhar sobre o patrimônio carrega potencialidades de traçar paralelos entre passado-presente e estabelecer diálogo sobre a democracia brasileira, o momento político e os direitos humanos na atualidade.

O curso, que tem o apoio da Universidade Metodista, e da OAK Foundation, buscará refletir sobre a ditadura brasileira e a política contemporânea e abordará o conceito sobre lugares de memória.

Apresentará experiências internacionais e nacionais, como a da cidade de São Paulo sobre as políticas de memória e de preservação a partir das experiências de musealização, das perspectivas e dos debates em torno desses espaços-símbolos, tais como o edifício sede do Deops/SP (atual Memorial da Resistência), o edifício das antigas Auditorias Militares (Memorial da Luta pela Justiça) e as dependências do antigo DOI-Codi (atualmente, 36ª Distrito Policial da Vila Mariana), entre outros.

Objetivos gerais

Compartilhar o conceito de lugares de memória, explorar sua potencialidade pedagógica em experiências internacionais, nacionais e na cidade de São Paulo, e desvelar aspectos das disputas em torno da memória e do esquecimento;

Ampliar o conhecimento e o diálogo sobre as políticas de memória instituídas após a ditadura civil-militar brasileira (1964-1985);

Discutir as manifestações de resistência política organizada pela sociedade, do controle e da repressão do Estado brasileiro durante o regime ditatorial e na atualidade;

Compreender a importância da defesa do Estado Democrático de Direito e dos Direitos Humanos.

Programa (sujeito a confirmação)

Módulo 1 – 02/10 (sábado)

Apresentação do Curso pelo Núcleo Memória

Responsáveis: Katia Felipini / Maurice Politi / Oswaldo de Oliveira.

Aula: “Estruturação e operação do aparato repressivo” – Ministrante: Maurice Politi (Diretor do Núcleo Memória)

Reação / interação:

Módulo 2 – 09/10 (sábado)

Aula: “Ditadura civil ou militar (1964-1985)?: do golpe de Estado à gênese do regime” – Ministrante: Prof. Dr. Marcos Napolitano (Departamento de História – FFLCH/USP)

Reação / interação: Maurice Politi (Diretor do Núcleo Memória)

Módulo 3 – 16/10 (sábado)

Aula: “Resistências políticas na luta pela democracia” – Ministrante: Prof. Oswaldo Oliveira Santos-Junior, (Universidade Metodista de São Paulo).

Reação / interação: César Rodrigues (Historiador / Pesquisador Núcleo Memória)

Módulo 4 – 23/10 (sábado)

Aula: “Lugares de memória e Direitos Humanos” – Ministrante: Samantha Quadrat e Julia Gumieri (Memorial da Resistência de São Paulo).

Reação / interação: Samantha Quadrat e Julia Gumieri

Módulo 5 – 30/10 (sábado)

Aula: “Conhecendo algumas experiências estrangeiras sobre lugares de memória” – Ministrante: Prof. Dr. Flávio Bastos (Escola Superior de Advocacia / Universidade Mackenzie)

Reação / interação: Katia Felipini (Museóloga e Diretora do Núcleo Memória)

Módulo 6 – 06/11 (sábado)

Aula: “Lugares de memória e patrimônio cultural” – Ministrante: Deborah Neves (Unidade de Preservação do Patrimônio Histórico – UPPH-Condephaat) + “Um olhar museológico para os Lugares de Memória” – Ministrante: Katia Felipini (Museóloga e Diretora do Núcleo Memória)

Reação / interação: Deborah Neves e Katia Felipini

Módulo 7 – 13/11 (sábado)

Aula: “Ditadura civil-militar: as graves violações contra indígenas e camponeses” – Ministrante: Maria Rita Kehl

Reação / interação: Prof. Dr. Flávio Bastos (Escola Superior de Advocacia / Universidade Mackenzie)

Aula: “O Memorial das Ligas e Lutas Camponesas” – Ministrante: Alane Lima (Camponesa e presidenta do MLLC)

Módulo 8 – 20/11 (sábado)

Aula: “Brasil: análise de conjuntura” – Ministrante: Prof. Ricardo Gebrim

Reação / interação: Maurice Politi (Diretor do Núcleo Memória)

SERVIÇO  

Lugares de Memória e Direitos Humanos no Brasil

Período: 02/10 a 20/11 (8 semanas)

Horário das aulas: 9h às 12h (sábados)

Público-alvo: Aberto a todos os públicos

Vagas: 100 vagas p/ certificação (Certificado para Inscritos com 75% de presença e Declaração de Presença para Interessados)

Inscrições: até 15/09, pelo formulário que estará disponível no site do NM

Análise das Inscrições: 16/09 a 22/09

Divulgação dos selecionados: 23/09 de 2021 (a lista será disponibilizada no site do NM e os alunos receberão confirmação por e-mail)

Local: Canal do NM Youtube (transmissão)

Organização: Núcleo de Preservação da Memória Política

Apoio: OAK Foundation                  

Certificado: Universidade Metodista de São Paulo

Fonte: Núcleo de Preservação da Memória Política