III Seminário Internacional Arquivos de Museus e Pesquisa

O Seminário Internacional Arquivos de Museus e Pesquisa – Humanidades e Interfaces Digitais reúne, dias 17 e 18/09, especialistas brasileiros e de diversos países (Espanha, Estados Unidos, Holanda, Itália e Reino Unido) para debater apropriação e utilização de ferramentas e recursos digitais em museus e instituições culturais similares, cada vez mais necessários no cotidiano dos órgãos que preservam, pesquisam e disponibilizam acervos.

Até recentemente, as ferramentas virtuais, embora com amplo uso no campo das ciências exatas, estavam distantes do campo das humanidades. A informatização, no entanto, já é uma realidade desde os sistemas de gestão e de recuperação de informação à reprodução e disponibilização de imagens.

É a partir dessa mudança de paradigmas, profundamente marcada pela rápida expansão de novas formas e meios de produção e extroversão do patrimônio cultural e pelos novos desafios colocados também para instituições de memória, que se estruturam as discussões e debates propostos para o Seminário. Os estudos de caso e experiências dos profissionais convidados foram estruturados sobre questões inerentes aos seguintes eixos: Estratégias de comunicação em contextos digitais; Acervos e coleções digitais: da reprodução do objeto à representação virtual; e Sistemas de informação e documentação: da estruturação do significado à estrutura da significação.

Inscrições

As inscrições podem ser feitas online a partir de 1 de agosto, às 14h.
Programação
17 de setembro. Terça
10h Credenciamento
10h30 Abertura
Prof. Danilo Santos de Miranda, Diretor Regional do Sesc São Paulo e
Profa. Ana Magalhães, Coordenadora do Grupo de Trabalho Arquivos de Museus e Pesquisa
11h às 13h
Dos direitos autorais às estratégias de comunicação no mundo digital
Juan Freire – Membro fundador e diretor de Innovation Barrabés Next. Foi Professor da Universidade de Coruña – A Coruña/Espanha

Interligando acervos digitais em arquivos, bibliotecas e museus com tecnologias de dados abertos interligados
Carlos Henrique Marcondes – Professor do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense/UFF – Rio de Janeiro /Brasil

Mediação
José Hermes Martins Pereira – Especialista em Pesquisa e chefe da Seção Digitalização do Instituo de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo/ USP – São Paulo/Brasil

13h às 13h45
Debate

13h45 às 15h15
Intervalo

15h15 às 17h15
Integração das bases de dados de catalogação do Victoria & Albert Museum
Heather Caven – Coordenadora de Gestão de Acervos e Planejamento de Recursos do Victoria & Albert Museum – Londres/Reino Unido
Fontes visuais em ambientes digitais – Apontamentos sobre ferramentas de busca e descoberta
Jan Simane- Coordenador da Seção de Bibliotecas de Arte da International Federation of Library Associations and Institutions e coordenador da biblioteca do Kunsthistorisches Museum
Mediação
Isabel Ayres – Coordenadora da biblioteca Walter Wey da Pinacoteca do Estado de São Paulo

17h15 às 18h Debate

18 de setembro. Quarta
10h30 às 12h30
Estratégias de publicação online de acervos de arte contemporânea.

O Caso do Acervo Videobrasil
Ana Pato – Dirigiu projetos da Associação Cultural Videobrasil e é doutoranda da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – FAU/USP, São Paulo/Brasil

A arte da documentação. A Coleção de Informações do Rijksmuseum num mundo aberto (conectado)
Lizzy Jongma – Gestora de informações do Rijksmuseum – Amsterdã/Holanda

Mediação
Ana Gonçalves Magalhães – Coordenadora do Grupo de Trabalho Aquivos de Museus e Pesquisa, e docente, curadora e historiadora da arte do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – MAC/USP

12h30 às 13h15
Debate
13h15 às 14h45
Intervalo

14h45 às 16h45
Entendendo e usando Linked Data nas práticas de bibliotecas, arquivos e museus (LAM)
Marcia Lei Zeng – Professora da School of Library and Information Science Kent State University – Kent/Estados Unidos. Consultora do Getty Vocabularies/Getty Research Institute

Normas de descrição arquivística: preocupações e tendências
Vitor Manoel Marques da Fonseca – Funcionário do Arquivo Nacional e professor do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense/UFF – Rio de Janeiro/ Brasil

Mediação
Gabriel Moore Forell Bevilacqua – Coordenador do Centro de Documentação e Memória da Pinacoteca do Estado de São Paulo
16h45 às 17h30

Debate
17h30 – Lançamento dos Anais do II Seminário Internacional Arquivos de Museus e Pesquisa – Tecnologia, Informação e Acesso (2011) e do II Seminário Serviços de Informação em Museus (2012)

Sobre o Grupo de Trabalho Arquivos de Museus e Pesquisa

O Grupo de Trabalho Arquivos de Museus e Pesquisa , coordenado pela Profa. Dra. Ana Gonçalves Magalhães do MAC/USP, foi constituído durante o I Seminário Internacional Arquivos de Museus e Pesquisa, realizado em 2009 na Universidade de São Paulo. Hoje esse GT reúne profissionais das áreas técnicas e de pesquisa de várias instituições paulistanas, dentre elas o Museu de Arte Contemporânea, o Museu Paulista e o Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo e Pinacoteca do Estado de São Paulo, instituições organizadoras junto ao Sesc desta terceira edição do Seminário.

É cadastrado como grupo de pesquisa CNPq, junto ao repositório da Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo, e suas reuniões e atividades têm por objetivo identificar desafios e propor soluções colaborativas no âmbito da gestão de acervos e informação no contexto cultural e museológico.

Fonte: Sesc SP