IDG – Educador(a) – interprete de Libras

O Instituto de Desenvolvimento e Gestão é uma Organização Social privada sem fins lucrativos que realiza a gestão de projetos de interesse público, além de desenvolver e implementar projetos culturais e ambientais.

Atualmente realizamos a gestão do Paço do Frevo no Recife, local de salvaguarda desse patrimônio da Humanidade, do Museu do Amanhã, do Fundo da Mata Atlântica, do Cais do Valongo e do futuro Memorial do Holocausto, todos no Rio de Janeiro. A grande novidade é que o IDG será o gestor do Museu das Favelas, em São Paulo. O Museu tem previsão de abertura para junho de 2022 e ficará localizado no Palácio dos Campos Elíseos, na região central da capital paulista.

Descrição da vaga: Realizar atendimento ao público espontâneo, informando e orientando sobre o espaço, seu funcionamento e demais normas de acesso e circulação; visitas mediadas, considerando conversa e compreensão do grupo, com o objetivo de criar um momento de aprendizagem coletiva que seja disparador de atitudes e atendimento ao público surdo ou ensurdecido, fazendo a tradução dos conteúdos da exposição para LIBRAS;

Elaborar estratégias para realização de visitas mediadas, identificando as especificidades dos sujeitos e grupos, a fim de garantir uma abordagem adequada às necessidades e interesses dos mesmos; interpretar diálogos realizados entre pessoas que falam idiomas diferentes (Libras e Português) em situações de atendimento ao público e vídeos, discursos, palestras, aulas expositivas, comentários, explicações, debates e outras reuniões análogas; 

Interpretar discussões e negociações entre pessoas que falam idiomas diferentes (Libras e Português) e assessorar nas atividades pesquisa em libras, dar suporte à produção de textos, vídeos ou legendas como intérprete e articular propostas que facilitem ou aprimorem a comunicação em libras, sejam atividades, ações, palestras, rodas de conversa, projetos, vídeos, transmissões ao vivo, visitas, entre outros;

Articular e criar de vocabulário em Libras, relacionados às atividades educativas desenvolvidas no museu. Executar outras tarefas de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional e estimular a articulação das ações educativa do Museu das Favelas com coletivos culturais, artísticos, de esportes e lazer e/ou meio ambiente – entre outros – sediados nas diferentes periferias do estado de São Paulo e demais estados Brasileiros;

Desenvolver pesquisas sobre temas transversais à temática do Museu das Favelas e à atuação profissional do educador de museus, com o intuito de fundamentar e fortalecer a prática educativa. Propor atividades para o público espontâneo, com uma abordagem criativa e acolhedora dos saberes, a partir do desenvolvimento da autonomia de cada educador e desenvolver ações atreladas aos estudos e demandas de acessibilidade e vulnerabilidade social, presencial ou remotamente, em constante diálogo com a realidade das periferias de São Paulo e do Brasil;

Engajar-se nas ações continuadas em parceria com grupos escolares e participar das formações promovidas pela Coordenação e pelo IDG, visando o seu desenvolvimento profissional e propor e desenvolver conteúdos e formações para as equipes de educação, professores e demais públicos internos e externos, em formato presencial e/ou digital.  Elaborar e apresentar plano de trabalho e de investigação, a ser desenvolvido a partir dos alinhamentos e orientação da coordenação;

Planejar, desenvolver e realizar atividades e projetos educacionais alinhados à orientação da coordenação e apresentar relatórios mensais de pesquisa, desenvolvimento e atendimento de público. Participar e dar suporte às iniciativas da Coordenação de Ações Educativas sempre que solicitado e de avaliações trimestrais de aproveitamento.

Formação:  Formação Superior Completa em áreas relacionadas ao trabalho educativo em museus (Licenciaturas Diversas, Artes Plásticas/Visuais, Teatro, Fotografia, Design, Museologia e áreas afins). Fluência em Libras (Para o Educador Intérprete de Libras) e desejável conhecimento em algum idioma estrangeiro.

Requisitos: Desejável ter vivência com coletivos culturais, artísticos, de esportes e lazer e/ou meio ambiente – entre outros – sediados nas diferentes periferias do estado de São Paulo e demais estados Brasileiros.

Benefícios: Vale-refeição ou alimentação; vale-transporte; plano de saúde e odontológico; folga no dia do aniversário e convênio de desconto com empresas parceiras.

Inscrições pelo site vagas.com.br até o dia 19/04/2022