Inscrições para o curso Sustentabilidade de museus: inovando práticas e contribuindo para o futuro

Interessados têm até o dia 30 de outubro para se inscrever

Último minicurso da série de formações virtuais promovidas pelo Ibermuseus em resposta à pandemia de COVID-19, o curso “Sustentabilidade de museus: inovando práticas e contribuindo para o futuro”, que será realizado de 17 a 19 de novembro, das 10h às 11h30 (horário do Chile), recebe inscrições até o dia 30 de outubro.

A atividade destina-se a profissionais de museus interessados em explorar como potencializar a sustentabilidade como prática institucional de museus. A partir de experiências específicas de instituições da região ibero-americana, e com a ajuda de especialistas da Inglaterra, Portugal, Brasil e México, os participantes refletirão sobre como se mobilizar na busca pela sustentabilidade nas quatro dimensões adotadas pelo Ibermuseus: ambiental, econômica, cultural e social.

Usando o Marco Conceitual Comum em Sustentabilidade como um guia, o minicurso se concentrará no compartilhamento de ideias e iniciativas, como primeiros passos para acelerar a capacidade dos museus de se engajarem em práticas mais conscientes, cidadãs e responsáveis, influenciando seu território e o mundo.

O curso pretende ser um espaço de diálogo entre experiências que tiveram resultados positivos no distanciamento físico e que podem servir de referência prática para repensar as ações de sustentabilidade nas próprias instituições.

A quem se destina?

Diretores, responsáveis pelas áreas de administração, montagem de exposições, curadoria e educação de museus da região ibero-americana.

Como será realizado?

O curso será realizado durante três dias, em sessões virtuais de 90 minutos, totalizando 4h30 de duração. O programa está estruturado em uma sessão teórica e conceitual e duas sessões com a apresentação de casos práticos, ministrados por profissionais especialistas da Inglaterra, Brasil, Espanha, México, Portugal e Uruguai.

Objetivos:

Abordar os principais conceitos teóricos sobre a sustentabilidade de museus no marco dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Refletir sobre possíveis ações para trabalhar a sustentabilidade institucional no contexto do distanciamento físico.

Abordar as quatro dimensões da sustentabilidade a partir do conceito instrumental do Ibermuseus.

Divulgar experiências de sucesso de museus ibero-americanos no assunto.

Fornecer ferramentas teórico-metodológicas relacionadas aos processos de sustentabilidade dos museus.

Para se inscrever, acesse aqui. A inscrição no curso não assegura a vaga. Todos os cursos do Ibermuseus têm número limitado de participantes, portanto, será realizado um processo de seleção e apenas as pessoas selecionadas serão contatadas.

Para obter o certificado de participação é obrigatório ter 100% de assistência. Os certificados serão enviados de forma digital após a conclusão da atividade.

A única forma de comprovar a participação nas sessões é preenchendo o formulário eletrônico que será enviado durante a atividade, por meio do chat da plataforma (as respostas fora de horário não serão consideradas). A participação pode não ser justificada com notas, fotografias ou referências de outras pessoas.

Fonte: Ibermuseus