Ibermuseus lança minissérie com experiências museais sobre as dimensões da sustentabilidade

Em 2019, o Ibermuseus ofereceu aos museus ibero-americanos o Marco Conceitual Comum em Sustentabilidade, um documento desenvolvido para servir de fonte de inspiração para uma gestão sustentável a partir de uma perspectiva multidimensional, que inclui as dimensões social, cultural, econômica e ambiental.

E dá continuidade ao trabalho de inspirar novos modelos de gestão com o lançamento da minissérie audiovisual em quatro capítulos Museus+Sustentáveis, na qual apresenta experiências e iniciativas sustentáveis ​​desenvolvidas por 11 museus ibero-americanos da Argentina, Chile, Equador, México, Colômbia, Costa Rica, Espanha, Portugal, Brasil, Uruguai e Peru.

Confira os vídeos publicados no canal do Ibermuseus no YouTube.

Dimensão Econômica

A Dimensão Econômica abrange o planejamento de todos os aspectos e processos do museu. Seu objetivo é garantir a sobrevivência da instituição ao longo do tempo por meio de modelos de gestão que assegurem o seu equilíbrio econômico-financeiro. Neste episódio, será possível conhecer as experiências do Museo del Desierto (México), do Museo Casa Natal del General Santander (Colômbia) e da Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri (Brasil).

Dimensão Ambiental

A Dimensão Ambiental é exercida em todas as ações do museu, na escolha dos materiais, na eliminação e reciclagem de resíduos, na gestão da energia e de outros recursos, e no cuidado do seu ambiente. Neste capítulo, destacamos as experiências do Museo Comunitario Despierta Hermano (Chile) e do Museo Nacional y Centro de Investigación de Altamira (Espanha).

Dimensão Social

Os museus socialmente sustentáveis trabalham para o desaparecimento das grandes desigualdades sociais, reforçando seu papel como promotores da inclusão social, melhorando a qualidade de vida das pessoas de forma democrática e participativa. Neste episódio, é possível conhecer as experiências do Museo de Sitio de Túcume (Peru), Museu Nacional Machado de Castro (Portugal) e Estancia Jesuítica Jesus María (Argentina).

Dimensão Cultural

Por meio da Dimensão Cultural, os museus observam de forma transversal os valores e particularidades de cada comunidade, promovendo a diversidade cultural e articulando o presente, o passado e o futuro para a proteção do patrimônio. Neste capítulo, são exibidas as experiências do Museo Pumapungo (Equador), Museo de la Casa del Boyero (Costa Rica) e Museo del Carnaval (Uruguai).

Fonte: Ibermuseus