Ibermuseus divulga Panorama dos museus da América Latina Edição 2020

A visibilidade da institucionalidade dos países ibero-americanos ao nível dos museus, bem como das normas que os regem e de outros aspectos de relevância para a gestão museológica, motivou a realização, em 2013, de um Panorama dos Museus Ibero-americanos, o qual foi reformulado e atualizado de 2017 a 2020, e colocado à disposição do público no portal web do Programa Ibermuseus . 

Com o objetivo de reunir o material em uma publicação digital que facilitasse sua distribuição e consulta para multiplicar sua abrangência, o Observatório Ibero-Americano de Museus preparou uma nova edição do documento, que mostra o estado do tema a partir de dezembro de 2020.

O projeto compila as leis, decretos e outros tipos de regulamentos nacionais relativos aos museus, combinando assim os requisitos legais da região. É por isso que este corpus legislativo de Andorra, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Espanha, El Salvador, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, República Dominicana, Uruguai e Venezuela, constitui uma base documental útil para o desenvolvimento de futuras normas sobre o assunto. 

O Panorama também faz referência às instituições responsáveis ​​pelos museus em cada país, as definições legais dos museus que utilizam, suas políticas nacionais, o número de museus oficialmente registados que possuem os recursos disponíveis on-line e uma breve síntese sobre a organização regional do setor.

Para acessar o Panorama dos Museus Íbero-americanos, clique aqui.

Fonte: Ibermuseus