IberCultura Viva abre edital de bolsas para Pós-graduação Internacional em Políticas Culturais de Base Comunitária

O programa IberCultura Viva abriu um edital de bolsas para a 5ª turma do Curso de Pós-graduação Internacional em Políticas Culturais de Base Comunitária, que se realizará no campus virtual da Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (FLACSO-Argentina) de abril a dezembro deste ano.

As pessoas interessadas em se inscrever poderão fazê-lo até o dia 18 de fevereiro. O formulário de inscrição já está disponível na plataforma Mapa IberCultura Viva.

As 96 bolsas que estão previstas no edital serão repartidas equitativamente entre os 12 países integrantes do programa IberCultura Viva: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, México, Paraguai (país convidado), Peru e Uruguai. 

Para concorrer a uma das bolsas, os candidatos devem trabalhar em órgãos públicos de Cultura, ser gestor cultural independente em atividade ou ser membro de organizações culturais de base comunitária ou de povos originários. Também devem ter experiência na incidência, elaboração e execução de políticas culturais públicas e/ou em gestão cultural comunitária.

Será valorizada a formação certificada em gestão cultural, mediação cultural ou animação cultural, e em disciplinas afines, como artes, ciências sociais, humanas e económicas.

O curso de pós-graduação internacional foi construído em conjunto por IberCultura Viva e FLACSO Argentina com o objetivo de fortalecer a formação e a pesquisa das políticas culturais de base comunitária e o conceito de “cultura viva” como política pública. Em suas quatro primeiras edições, entre 2018 e 2021, o curso contou com 504 estudantes.

Proposta acadêmica

O conteúdo está distribuído em cinco módulos e 27 aulas, nas quais são trabalhadas noções sobre processos culturais contemporâneos, propondo um marco teórico amplo sobre as distintas teorias da cultura e dos debates atuais em torno dela. A proposta acadêmica coordenada por Belén Igarzábal e Franco Rizzi busca a diversidade de miradas, com a participação de professores de vários países ibero-americanos

Também são abordadas noções de políticas culturais com ênfase nas questões de direito, cidadania e comunidade e debatidas as teorias existentes a respeito das políticas culturais de base comunitária, as novas formas de produção cultural e o uso de tecnologias a serviço da criação de redes. Além disso, o curso oferece ferramentas de gestão, planejamento, monitoramento e avaliação de políticas públicas culturais específicas para territórios e comunidades. 

As aulas são publicadas uma vez por semana (com uma semana de recesso no final de cada módulo) e se abre um fórum para cada uma, gerando um espaço de debate e intercâmbio de ideias e experiências em torno dos temas tratados.  Para cumprir os objetivos do curso, deve-se realizar um trabalho parcial escrito sobre os três primeiros módulos e um trabalho final integrador, que consiste em desenhar e planejar um projeto cultural comunitário ou uma política cultural pública de base comunitária. 

Os trabalhos podem ser entregues em espanhol ou português. As aulas são ministradas em espanhol, exceto as que estão a cargo de professores brasileiros, que são dadas em português e têm tradução para o espanhol. 

Confira o regulamento do editalhttps://bit.ly/3yzYnio

Inscriçõeshttps://mapa.iberculturaviva.org/oportunidade/198/

Consultasprograma@iberculturaviva.org

Como se cadastrar no Mapa IberCultura Vivahttps://iberculturaviva.org/manual/

Saiba mais sobre o curso clicando aqui. 

Fonte: IberCultura Viva