Fotos e vídeos polêmicos de Larry Clark e Ralph Gibson ganham exposição em junho no MIS

Intitulada Ralph Gibson & Larry Clark – Amizade, fotos e filmes, a mostra celebra o companheirismo profissional de dois dos maiores fotógrafos norte-americanos da contemporaneidade, que vêm ao MIS para bate-papo com o público. A mostra, que também apresenta os longas-metragens produzidos por Clark, como o polêmico Kids (1995), será inaugurada no dia 26 de junho, às 19h

Fotografias, vídeos e longas-metragens compõem a exposição inédita no Brasil Ralph Gibson & Larry Clark – Amizade, fotos e filmes, que estreia no MIS, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, no dia 26 de junho. A mostra celebra a parceria profissional dos renomados artistas norte-americanos e apresenta um interessante paralelo entre a produção audiovisual e fotográfica dos anos 60 aos anos 2000. “Ralph Gibson e Larry Clark se conheceram em 1967 em Nova York e se tornaram amigos imediatamente. Desde então, mantêm uma estreita amizade. Apesar de terem estilos fotográficos e de vida diferentes (eles gostam de dizer que são como noite e dia), suas vidas permaneceram interligadas por mais de 50 anos”, diz a curadora Nessia Leonzini, brasileira radicada em Nova York e amiga pessoal de Ralph.

O público terá contato com os vídeos mais contundentes da obra do fotógrafo e cineasta Larry Clark e com um panorama completo da carreira artística de Ralph Gibson, fotógrafo ganhador de mais de 15 prêmios internacionais. Entre nus esteticamente poéticos e fotos de sensualidade exuberante, o perfil minimalista e surrealista de Ralph estará em plena sintonia com a exploração da realidade juvenil, violenta e pungente que Larry retrata com maestria em sua obra.

A mostra se completa com uma programação paralela que incluirá a exibição de todos os longas-metragens produzidos, roteirizados ou dirigidos por Larry Clark – incluindo os polêmicos Kids (1995) e Ken Park (2002), que exploram cruamente a violência, o sexo e as drogas.

Bate-papo
O MIS contará, ainda, com a presença dos dois artistas, que falarão pessoalmente sobre seus trabalhos e carreira com o público. O bate-papo está previsto para o dia 27 de junho, às 19h, no Auditório MIS, ainda com a presença da curadora Nessia Leonzini.

Sobre os artistas
Em mais de 40 anos de carreira, o fotógrafo Ralph Gibson mescla os estilos minimalista e surrealista em sua produção, sempre trabalhando em preto-e-branco e frequentemente retratando o erotismo. Tem mais de 30 livros publicados e 15 prêmios internacionais de fotografia, incluindo Leica Medal of Excellence Award (1988), “150 Years of Photography” Award, Photographic Society of Japan (1989) e Grande Medaille de la Ville d’Arles (1994).

Larry Clark, que em toda sua obra reflete a aspectos ligados à violência, sexo e drogas, tornou-se inicialmente reconhecido com o livro-documentário Tulsa (1971), que traz imagens do próprio artista e seus amigos usando drogas. Já seu interesse pelo cinema surgiu em 1993, após dirigir o videoclipe Solitary Man, de Chris Isaak. Sua estreia como diretor de cinema aconteceu em 1995, com Kids, filme controverso que manteve sua estética baseada na violência – e que ganhou prêmios como a Palma de Ouro em Cannes. Seu último filme, Marfa Girl, venceu o Festival de Roma em 2012.

N6 - Larry Clark e Ralph Gibson

serviço

Ralph Gibson & Larry Clark – Amizade, fotos e filmes
Abertura 26.06, às 19h
Visitação 27.06 a 15.09
Terças a sextas, das 12h às 22h | Sábados, domingos e feriados, das 11h às 21h
Local Espaço Expositivo 1º andar
Ingresso R$ 6,00 (inteira), R$ 3,00 (meia), à venda na recepção do MIS ou pelo site www.ingressorapido.com.br

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br