A operacionalização do Cadastro Estadual de Museus é organizada por meio de um fluxograma que pauta as atividades a serem desenvolvidas em suas duas etapas de realização: o CEM-SP Básico e o CEM-SP Níveis. Após o preenchimento dos Instrumentos de Qualificação Cadastral, o Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus analisa as informações fornecidas pelas instituições museológicas interessadas em seu cadastramento, bem como a documentação comprobatória exigida para o atendimento aos parâmetros cadastrais básicos e em níveis. Uma vez analisadas, as informações são encaminhadas ao Conselho de Orientação do Sistema Estadual de Museus para a deliberação sobre o cadastramento ou sobre seu nível de qualificação. Caso o gestor da instituição não esteja de acordo com a deliberação, recursos são previstos tanto no CEM-SP Básico quanto no CEM-SP Níveis.

CEM-SP Básico

CEM-SP Níveis