Exposição em Ribeirão Preto (SP) traz réplicas de peças pré-colombianas

Deparar-se em Ribeirão Preto (313 km de SP) com a réplica de uma pirâmide de cinco metros produzida no México pré-colombiano ou ver de perto a reprodução de um calendário maia — aquele que preconizou o fim do mundo — será possível a partir deste sábado (16).

 
Até 10 de março, o Ribeirão Shopping reúne 128 réplicas de peças de civilizações antigas — algumas do período anterior à chegada dos espanhóis, em 1492 — na exposição “Tesouros, Mitos e Mistérios das Américas”.
 
São peças de povos como maias (México e Guatemala), astecas (México) e rapanuis (Chile). Eles se destacaram por técnicas de arquitetura, matemática e astronomia.
 
Ribeirão é a terceira cidade brasileira, após São Paulo e Brasília, a receber a exposição, organizada por uma empresa argentina especializada em mostras do gênero.
Carol Melo/Divulgação
Réplica das pirâmides de Chichén Itzá, no México; peças pré-colombianas estão em exposição em Ribeirão Preto
 
Uma das peças que chama a atenção do visitante, com cinco metros de altura, é a reprodução em menor escala da pirâmide da cidade maia de Chichén Itzá, na península de Yucatán, no México.
Carol Melo/Divulgação
Réplica da Estela de Quiriguá, peça que está em exposição em shopping de Ribeirão Preto até 10 de março
 
Outra réplica alcança 4,5 metros de altura. Trata-se da reprodução da Estela de Quiriguá, espécie de coluna de pedra com inscrições esculpida pelos maias e localizada na Guatemala.
 
Outro destaque são duas peças que reproduzem calendários maias, que são métricas criadas pelo povo como forma de medir o tempo.
Carol Melo/Divulgação
Reprodução das estátuas gigantes da Ilha de Páscoa, que estão em exposição em shopping de Ribeirão Preto
 
O visitante também poderá observar cinco esculturas de figuras humanas, réplicas dos chamados moais da Ilha de Páscoa, no Chile, esculpidas pelos rapanuis.
 
SERVIÇO
Exposição “Tesouros, Mitos e Mistérios das Américas”, na praça central do Ribeirão Shopping, até 10/mar/2013, das 10h às 22h (de segunda a sábado) e das 12h às 20h (domingos e feriados), com entrada gratuita.