Exposição “242 – novas doações de Emanoel Araujo ao Museu Afro Brasil”

Arthur Timotheo-450x332
Foto: Divulgação / Obra de Arthur Timotheo 

Visitado por mais 1,5 milhão de pessoas, ao longo dos seus 10 anos, o museu abre no dia do seu aniversário – 23 de outubro, às 19h – a exposição “242 – novas doações de Emanoel Araujo ao Museu Afro Brasil”.

 O diretor-curador realiza doação de novas obras de sua coleção particular. Elas se juntarão aos mais de 6 mil trabalhos artísticos que integram o acervo da instituição.

Dentre as obras doadas encontram-se imagens sacras – Santa Ifigênia, Santo Elesbão e Nossa Senhora, por exemplo – telas de importantes artistas brasileiros como os irmãos João e Arthur Timótheo dos Santos, Emmanuel Zamor, Rubem Valentim e Benedito José Tobias, além dos contemporâneos Alex Hornest, Aurelino dos Santos, Eustáquio Neves e Sidney Amaral. Estão incluídas também serigrafias de Carybé, pinturas do polonês Carol Kossak e do beninense Cyprien Tokoudagba, chapéus do povo Dogdon (Mali) e esculturas do povo Maconde (Angola), além peças de arte popular brasileira.

 Pela primeira vez em uma exposição temporária, conteúdos exclusivos sobre os artistas presentes na mostra estarão disponíveis através de QRCodes, que podem ser acessados através do Áudio Guia do App Museu Afro Brasil, o aplicativo para dispositivos móveis, lançado no último dia 06 de setembro, disponível para download gratuito no Apple Store e Google Play.Conteúdos acessíveis, através de audiodescrição, também estarão disponíveis através da mesma ferramenta.

Fonte: Catraca Livre