Eventos na Casa das Rosas celebram o Setembro Azul

No mês dedicado a valorização da cultura surda, a Casa das Rosas, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, realiza uma série de eventos que buscam conscientizar a sociedade sobre a importância de ações que promovam o acesso à cultura para a comunidade surda — no Brasil há cerca de 9,7 milhões de surdos, de acordo com o Censo de 2010 realizado pelo IBGE.

Veja detalhes da programação:

SLAM DO CORPO
Com o Coletivo Corposinalizante | 16.09 às 19h00

Este sarau tem como objetivo a experimentação poética com língua de sinais, reunindo a comunidade surda, a comunidade dos saraus e o público em geral. O resultado é um potente e inesperado encontro entre as línguas. O slam é um jogo, um campeonato de poesia. Começou nos Estados Unidos na década de 1980 e hoje existe em cidades do mundo todo. As regras básicas são três: os poemas apresentados precisam ser próprios, ter no máximo três minutos de duração e não possuírem acompanhamento musical ou objetos de cena.

PALESTRA | LIBRAS EM ESPETÁCULOS ARTÍSTICOS
Com Carlos Grahamhill | 17.09 às 14h00

Palestra a respeito da tradução e interpretação em Libras em espetáculos artísticos e dos desafios da ampliação da acessibilidade surda na cena cultural a partir da ideia do pensamento abissal – fronteiras imaginárias que criam dois campos opostos, no caso, entre a cultura surda e a cultura ouvinte – e em como o acesso à cultura pode promover a abertura de diálogo.

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS EM LIBRAS PARA CRIANÇAS
Com Priscila Souza | 17.09 às 15h00

Contação de histórias em Libras-Português: a história da Casa das Rosas e da Avenida Paulista será contada em Libras de maneira lúdica por contadora surda com tradução simultânea em Português. Após esse momento, as crianças aprenderão o alfabeto em Libras e sinais a serem escolhidos por elas.

Sobre o Setembro Azul

Setembro é um mês repleto de datas significativas que refletem a história de lutas e conquistas dos surdos. No dia 21 é lembrado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, em seguida Dia Nacional do Surdo e aniversário do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), 26; e Dia Internacional do Surdo, 30. O azul é uma cor emblemática, pois, na Segunda Guerra ele identificava as Pessoas com Deficiência, dentre elas os surdos. Os nazistas as obrigavam a usarem uma faixa de cor azul fixada no braço, sendo identificados e mortos. O azul turquesa foi escolhido por ser uma cor viva e representar o orgulho de ser surdo.

Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura

Avenida Paulista, 37 – próximo à estação Brigadeiro do metrô.
Funcionamento: de terça a sábado, das 10h00 às 22h00. Domingos e feriados, das 10h00 às 18h00.
Convênio com o estacionamento Parkimetro: Alameda Santos, 74 (exceto domingos e feriados).
Telefone: (11) 3285-6986 | (11) 3288-9447 | www.casadasrosas.org.br

Fonte: Casa das Rosas