Espaço Cultural Engep abre exposição sobre o artista Tony Koegl

Foi aberta no Espaço Cultural ENGEP, em Limeira, a exposição “Tony Koegl – um artista austríaco em terras paulistas”. A mostra, composta por obras de diversos colecionadores particulares, além de instituições públicas e privadas limeirenses, busca apresentar uma pequena parcela da produção artística do artista em sua permanência na cidade de Limeira entre o final dos anos 1920 e os últimos anos da década de 1930. A curadoria da mostra é dos historiadores Ana Cláudia Cermaria e João Paulo Berto e da museóloga Letícia França, do Museu Histórico e Pedagógico “Major José Levy Sobrinho”, um dos apoiadores da exposição.

Tony Koegl nasceu em Hall, cidade do Tirol, Áustria, no ano de 1898 e teria chegado ao Brasil em 1923. Formado pela Academia de Artes de Innsbruck, deixou seus estudos com a eclosão da I Guerra Mundial e passou a viajar pela Europa, passando por países como Alemanha, Rússia e Itália. No Brasil, residiu na cidade de São Paulo, provavelmente até o ano de 1928, quando teria conhecido Martinho Levy (1892-1967), filho de imigrantes alemães e responsável por trazer o artista para Limeira, em um período em que a cidade passava por uma grande efervescência cultural.

Na cidade, Koegl passou a receber diversas encomendas, sobretudo de retratos para famílias importantes, como os Levy e os Barros Camargo, além de outras instituições tradicionais limeirenses. No final da década de 1930, retornou para São Paulo, onde recebia incontáveis encomendas, sobretudo de retratos de membros das classes alta e média paulistanas. Em sua maioria, eram obras realizadas por meio de fotografias (muitas vezes pintando sobre elas) e com os retratados posando em seu ateliê. Na cidade, participou de algumas mostras solo e coletivas em galerias.

Em linhas gerais, Koegl tinha um traço refinado, utilizando-se de cores claras e composições harmônicas. Com um forte viés acadêmico, seus nus, retratos, alegorias e obras de caráter político-partidário conseguiram cobrir um nicho importante nos mundos paulista e paulistano, no qual fervilhava os debates modernistas. O pintor faleceu em São Paulo, aproximadamente no ano de 1978, deixando um grande legado para a história da arte nacional de matriz imigrante.

A partir de um conjunto de obras proveniente de coleções limeirenses, a exposição pretende se constituir como um pequeno tributo à obra do artista, procurando destacar sua importância no cenário artístico brasileiro do século XX. Além de fotografias e de 20 pinturas à óleo realizadas pelo artista, destacam-se também a máscara mortuária e a paleta do pintor.

Com direção geral de Paulo Masuti Levy e coordenação executiva de Ivo Marreiro, a exposição é uma realização do Instituto Sociocultural “Cassio de Freitas Levy”, com apoio do Museu Histórico e Pedagógico “Major José Levy Sobrinho”, e fica aberta de 20 de abril a 24 de junho, no Espaço Cultural Engep. Os horários de visitação são de segunda a sexta das 9h às 18h e aos sábados das 9h às 13h e a entrada é gratuita.

SERVIÇO

Exposição “Tony Koegl – um artista austríaco em terras paulistas”
Até 24 de junho de 2018
Segunda a sexta das 9h às 18h e aos sábados das 9h às 13h.
Local: Espaço Cultural Engep – Largo da Boa Morte, nº 118, Centro, Limeira-SP
Entrada Gratuita

Fonte: Espaço Cultural ENGEP