Designer Fulvio Nanni é o homenageado da 3ª edição da série ‘Pioneiros do design brasileiro’

lowres foto

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, apresenta a 3ª edição da série Pioneiros do design brasileiro, abordando a obra de Fulvio Nanni (1952-1995), um dos precursores do design de autor nos anos 1980 no Brasil. Em edição ampliada, a homenagem é composta pelo painel Pioneiros do design brasileiro: Fulvio Nanni e pela mostra de mobiliário e desenhos originais Nanni Movelaria (1981 – 1995), que ocorrem em paralelo à exposição do 29º Prêmio Design MCB.

No painel expositivo, estarão reunidas informações e imagens de Fulvio Nanni ao lado de uma vitrine com o criado-mudo Tridzio, que recebeu o Prêmio Destaque no 1º Prêmio Design MCB (1986). Já a retrospectiva da Nanni Movelaria apresenta mesas, cadeiras, bancadas e estantes que remetem à loja que marcou época na Rua Augusta entre 1981 e 1995, além de peças emblemáticas do designer como a poltrona Sand e a cadeira Raio 23, reeditadas, desde 2005, pela loja de mobiliário brasileiro DPOT.  

“Sintonizado com experimentações livres da rigidez formal e funcionalista do móvel moderno tradicional, Fulvio Nanni foi pioneiro ao introduzir padrões estéticos alinhados com as propostas do nascente pós-modernismo. Sua produção, além de seguir a boa tradição da marcenaria artesanal brasileira, explorando a diversidade das madeiras locais, promoveu a fusão de novos materiais industrializados, pesquisando e experimentando, com liberdade, combinações com metal, mármore, vidro, fórmica, resina plástica, borracha, lona e tela”, afirma Giancarlo Latorraca, diretor técnico do MCB.

Protagonista no desenvolvimento e consolidação do design nacional, Fulvio Nanni recebeu sua primeira homenagem do MCB em 1997, com uma mostra retrospectiva. Em um momento de busca e reconhecimento da necessária contribuição do design junto à indústria local, incentivada também através da implantação do Prêmio Design MCB em 1986, ele foi um dos primeiros designers do país a investir em local próprio para a fabricação e comercialização de móveis, fazendo de sua loja um espaço de experimentação contínua, criação e renovação. “A Nanni Movelaria avançou muito no campo do design local, traçando caminhos que foram amplificados por novos designers e marcenarias que vieram depois, tanto no modelo de produção e comércio, como em soluções e tipologias do móvel contemporâneo”, complementa Giancarlo Latorraca.

Com esta iniciativa, Pioneiros do design brasileiro, que já homenageou os profissionais Fábio Alvim e Luciano Deviá, o Museu pretende resgatar trajetórias individuais marcantes. “Esta série reconhece e valoriza os principais designers nacionais, em especial os pioneiros, que ainda hoje são desconhecidos do público”, explica Miriam Lerner, diretora geral do MCB. “A pesquisa e difusão sobre essas figuras icônicas são essenciais para o desenvolvimento do design no país.”

Sobre Fulvio Nanni

Formado em desenho industrial na Universidade do Mackenzie de São Paulo, em 1973, Fulvio Nanni seguiu para a Itália onde viveu por 10 anos. Durante este período, ele fez especialização na Scuola Politecnica di Design, em Milão, e trabalhou com o designer Gianfranco Frattini. Sua produção foi marcada pela experimentação de materiais e pela busca de formas que atendessem à demanda de móveis adequados aos espaços contemporâneos mais exíguos e multifuncionais. Em uma época de retomada da produção nacional, abalada pelos anos da ditadura e pelas contingências econômicas, destacou-se através da empresa Nanni Movelaria, com um modelo de atendimento ‘sob medida’ e apresentando séries de móveis adequados aos espaços contemporâneos mais exíguos. Inaugurada em 1981 e fechada em 1995 após o falecimento precoce de seu fundador, a loja comercializava peças avulsas, de dimensões reduzidas e fácil mobilidade que permitiam maior flexibilidade de arranjos e usos, como a incorporação do trabalho em casa. Instalada na Rua Augusta n° 303, a movelaria comercializava produtos para interiores e expunha também obras de outros designers, locais e estrangeiros, integrando com vigor a cena cultural da cidade.

Sobre o Painel Pioneiros do Design

Pelo terceiro ano consecutivo o Museu da Casa Brasileira traz junto à abertura da edição do Prêmio Design MCB, o painel históricoPioneiros do design brasileiro, destacando duas pontas na linha do tempo do design brasileiro: a documentação do passado (ainda que recente) e um recorte do presente, selecionado anualmente pela premiação do Museu. O primeiro painel, em 2013, resgatou a obra do designer Fábio Alvim (1944-1993) e o segundo, em 2014, prestou homenagem ao arquiteto e designer Luciano Deviá (1943-2014).

SERVIÇOPioneiros do design brasileiro: Fulvio Nanni e Nanni Movelaria

Visitação: até 28 de fevereiro de 2016

Local: Museu da Casa Brasileira (11) 3032.3727
Av. Brig. Faria Lima, 2705 – Jd. Paulistano

www.mcb.org.br  

VISITAÇÃO
De terça a domingo, das 10h às 18h
Ingressos: R$ 6 e R$ 3 (meia-entrada) | Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos
Gratuito aos sábados, domingos, feriados e aberturas noturnas

Acesso a pessoas com deficiência / Bicicletário com 40 vagas
Estacionamento pago no local
Visitas orientadas: (11) 3026.3913 / agendamento@mcb.org.br

Fonte: Museu da Casa Brasileira