Desenhos de meninas judias que viveram em campo de concentração nazista são expostos no MuBE

N2 Erika Stranska-910x700

Erika Stranska

 

Há mais de meio século, entre os anos de 1942 e 1944, crianças de 12 a 14 anos moravam juntas no Quarto 28, no campo de concentração de Theresinstadt, na Segunda Guerra Mundial durante a ocupação da Checoslováquia pelos nazistas.

Apesar da situação miserável, do racionamento de comida e do onipresente medo de ir para o “Leste” (Auschwitz-Birkenau), essas meninas tiveram contato com professores, compositores e artistas – todos também judeus prisioneiros do campo – que tentavam minimizar seu sofrimento com aulas de arte, técnicas de desenho e pintura. Esses desenhos feitos pelas meninas ficam agora em cartaz no MuBE, na exposição “As meninas do Quarto 28″, entre os dias 23 de maio e 29 de junho. A entrada é Catraca Livre.

A exposição relata o dia a dia de cerca de 50 crianças que viveram no campo de concentração de Theresinstadt. Com mais de 35 desenhos e uma réplica de 18m² em escala real do quarto em que elas ficavam aprisionadas, além de painéis com detalhes históricos, a exposição foi escolhida pela União Europeia, em 2013, para a tradicional homenagem realizada no Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

Em 2014, a Organização das Nações Unidas (ONU) também selecionou a exposição para lembrar as vítimas do genocídio cometido pelos nazistas.

 

Fonte: Catraca Livre