Conferência internacional no Museu Afro Brasil; inscreva-se!

O Museu Afro Brasil convida para a conferência internacional “O tráfico atlântico de africanos: uma perspectiva humana”, com o historiador estadunidense Marcus Rediker (University of Pittsburgh) no dia 28 de setembro de 2017, às 15h, no auditório Ruth de Souza (Museu Afro Brasil).

As inscrições estão abertas e devem ser feitas AQUI.

O tráfico de africanos foi um processo histórico de longa duração, que envolveu e mobilizou uma diversidade de territórios e populações, e foi responsável pela formação da maior parte das nações modernas no mundo atlântico.

A profunda desigualdade que pautou as relações entre os milhões de africanos na condição de escravizados e a vasta rede de comerciantes, marinheiros e oficiais dos navios negreiros constituiu as estruturas de circulação econômica que conformaram ideologias, políticas e a cultura nos nascentes países das Américas.

Nesta conferência, o historiador Marcus Rediker apresenta e discute as perspectivas dos sujeitos envolvidos no tráfico. Ao destacar uma “perspectiva humana”, Rediker contribui para uma melhor compreensão da formação do mundo contemporâneo por meio do tráfico negreiro, e também demonstra como em meio à inominável violência da travessia do oceano, elaborou-se, já nos porões dos navios negreiros, intensas culturas de resistência que estiveram presentes em toda a diáspora africana.

Marcus Rediker, atualmente professor da Universidade de Pittsburgh na Pensilvânia, Estados Unidos, é um dos mais renomados historiadores do tráficos de africanos, a partir da “história vista de baixo”. É autor, entre outros, dos livros “O navio negreiro: uma história humana” e “A hidra de muitas cabeças: marinheiros, escravos, plebeus e a história oculta do Atlântico revolucionário” (em co-autoria com Peter Linebaugh) – ambos pela Companhia das Letras.

O evento é gratuito e contará com tradução simultânea.

Fonte: Museu Afro Brasil