“Coleções descobertas”, do Museu da Imigração, expõem sapatos do acervo

Colecao-Descobertas-Sapatos-1-1024x541

Museu da Imigração inicia exposição que trata da relação entre migração e calçados

O Museu da Imigração monta mais uma exposição da série “Coleções descobertas”, expondo peças de seu acervo de aproximadamente 12 mil objetos (mobiliário, vestimentas, documentos manuscritos e impressos, livros e quadros). Desta vez, o tema é sapatos, e fica exposto ao público de 04 de setembro a 01 de novembro. A entrada é gratuita.

Dividido em quatro núcleos (“Lembranças e transições”, “Entre gerações”, “Idas e vindas entre culturas” e “Deslocamentos”), a mostra aborda os sapatos do acervo como representação dos movimentos migratórios, reconhecendo neles o potencial de evocar lembranças, tempos de transição, diferenças e trocas culturais.

O visitante tem a oportunidade de encontrar sapatos de diferentes lugares e tempos, exibindo as diferentes formas de ver o mundo, mas que, ao mesmo tempo, apresentam semelhanças físicas. As formas de confecção, material e tamanho, dão pistas de uma cultura ou de uma época.

Os sapatos expostos significam mais do que aparentam: evocam símbolos nacionais ou mesmo aspectos da história de um grupo ou de um povo, fazendo com que seu uso – cerimonial, festivo ou mesmo cotidiano – seja uma forma de reviver memórias e construir outras, evidenciando a transformação constante de lugares, pessoas e memórias.

Serviço
Coleções descobertas: Sapatos
Data: De 04 de setembro a 01 de novembro.
Local: Museu da Imigração (Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca – São Paulo).
Entrada: Gratuita

Fonte: Museu da Imigração