Ciclo de Gestão Cultural realiza mentorias e webinários com temas da gestão contemporânea

A gestão Cultural no Brasil é um grande desafio e, por isso, cada vez mais gestores, produtores e artistas de todo o Brasil precisam de atividades de formação que possam contribuir para o desenvolvimento deste importante setor.

Assim, o Programa Oficinas Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciada pela Poiesis, anuncia mais uma edição do Ciclo de Gestão Cultural (CGC), que busca colaborar na especialização contínua desses agentes, no networking com especialistas, além de identificar atualizações frequentes do mercado e orientar sobre as novas formas de atuação em diferentes contextos e territórios.

As inscrições para os webinários e mentorias de projetos e ações culturais abrem no dia 10 de maio no site das Oficinas Culturais, onde os respectivos formulários e prazos de cadastros ficam disponíveis.

Será oferecido um total de 1.000 vagas e os participantes receberão certificados. Em sua terceira edição online, o CGC vem alcançando agentes culturais e artísticos de todo o Brasil. Quando presencial, a agenda se concentrava no estado de São Paulo, tendo circulado por várias cidades, entre elas, Barretos, Campinas, Itanhaém, Mogi das Cruzes, Pereira Barreto, Ribeirão Preto e Sorocaba. 

Essa edição do CGC traz como curadores Karina Poli, doutora em Ciências da Comunicação pela USP, docente do curso de especialização em Gestão Cultural do CELACC-USP e foi pesquisadora visitante do Network Creative and Cultural Economy Research, na Queen Mary University of London; e Mateus Sartori, músico, turismólogo, gestor cultural, pós-graduado em Gerente de Cidades (FAAP) e Cultura: Plano e Ação (USP), atuou na criação das Câmaras Técnicas Regionais de Cultura e Turismo da Região Alto Tietê.

Neste ano, o objetivo do CGC é aprofundar debates da área da cultura, como as novas legislações, entre elas, o Projeto de Lei (PL 73/2021 – Lei Paulo Gustavo), a precarização do trabalho, novas formas de gestão e captação de recursos com apoio das tecnologias, além de fortalecer os profissionais de diferentes localidades, vivências e contextos, tanto os gestores, produtores e artistas independentes, bem como os agentes da gestão pública.

Profissionais da Gestão Cultural terão as demandas acolhidas e poderão trocar experiências com diferentes especialistas do mercado, entre eles, Ana Clarissa Fernandes, que colaborou na elaboração e implementação da Lei Aldir Blanc, Carlos Alberto Pereira Junior, fundador da Casa do Patrimônio do Vale do Ribeira, e Cláudia Leitão, doutora em Sociologia pela Sorbonne e professora do mestrado profissional em Gestão de Negócios Turísticos da Universidade Estadual do Ceará.

O início das ações do CGC será no dia 30 de maio, com uma série de webinários mensais até dezembro. As pessoas inscritas receberão os links para acessar cada atividade desejada. Mesmo veiculados no canal de YouTube das Oficinas Culturais e com acessibilidade em Libras, é necessário se inscrever para participar, pois os conteúdos ficarão abertos apenas para as turmas cadastradas. Confira o cronograma:

Webinários

Link para as inscrições — clique aqui

Leis Aldir Blanc e Paulo Gustavo: impactos e perspectivas na gestão pública

Com Alexandre Santini e Rita Teles | Mediação: Priscila Nicoliche

Diante do contexto de leis emergenciais, Alexandre Santini e Rita Teles, mediados por Priscila Nicoliche, avaliam e refletem sobre as Leis Aldir Blanc e Paulo Gustavo: seus desafios, impactos e desdobramentos na gestão pública de cultura municipal, estadual, federal e na articulação com a sociedade civil.

30/5 — segunda-feira — 15h às 17h

Inscrições até 26/5 | Seleção: primeiros inscritos

Cultura e tecnologia: novos modos de fazer, agir e criar

Com Lalai Persson e Luciana Piazzon Barbosa Lima | Mediação: Lucia Maciel Barbosa de Oliveira

Aqui, o foco é o debate acerca das novas Tecnologias da Informação e Comunicação, o modo como vêm transformando a realidade da produção e gestão cultural, bem como as formas de participação, recepção, cocriação e relacionamento com o público fruidor de cultura.

27/6 — segunda-feira — 15h às 17h

Inscrições até 23/6 | Seleção: primeiros inscritos

Fazedores, empreendedores e as condições de trabalho no mercado da Cultura

Com Amanda Coutinho e Thiago Vinícius | Mediação: Erick Krulikowski

Empreendedorismo, precarização do trabalho e plataformização da cultura: uma reflexão sobre os processos socioeconômicos da cultura na contemporaneidade e os desafios enfrentados pelos trabalhadores desse mercado.

25/7 — segunda-feira — 15h às 17h

Inscrições até 21/7 | Seleção: primeiros inscritos

Convênios, emendas, fundos e outros mecanismos de financiamento público

Com Claudinéli Moreira Ramos e Henilton Menezes | Mediação: Camila Marujo

Considerando mecanismos alternativos aos editais e leis de incentivo, este webinar apresenta um panorama atual de diferentes possibilidades de captação de recursos e parcerias para a gestão pública, como convênios, emendas parlamentares, fundos, entre outras.

29/8 — segunda-feira — 15h às 17h

Inscrições até 25/8 | Seleção: primeiros inscritos

Consórcios intermunicipais e articulação regional da Cultura

Com Carlos Alberto Pereira Júnior e Edemilson do Vale | Mediação: Ana Clarissa Fernandes

Especialistas em Consórcios Intermunicipais debatem sobre a importância de suas Câmaras Temáticas de Cultura como força de articulação regional. Também como potencializadoras de redes de troca de informações e experiências entre gestores culturais de pequenas e médias cidades, além da possibilidade de ampliação do acesso às políticas públicas dos entes federativos.

26/9 — segunda-feira — 15h às 17h

Inscrições até 22/9 | Seleção: primeiros inscritos

Mapeamento e indicadores culturais como instrumentos de planejamento e gestão

Com Cristina Lins e Jorge Melguizo | Mediação: Maria Carolina Vasconcelos Oliveira

A pesquisadora Cristina Lins e o colombiano Jorge Melguizo, que transformou Medellín durante sua gestão como Secretário da Cultura Cidadã e Secretário de Desenvolvimento Social da cidade, conversam sobre a produção de indicadores como instrumento de gestão cultural e de tomada de decisão para a construção de planos, programas e projetos eficientes e exequíveis.

31/10 — segunda-feira — 15h às 17h

Inscrições até 27/10 | Seleção: primeiros inscritos

Desafios e descontinuidades das políticas culturais: um olhar para o presente, passado e futuro

Com Lia Calabre e Paulo Miguez | Mediação: Ruy Sardinha Lopes

Traçando um panorama histórico, Lia Calabre e Paulo Miguez, mediados por Ruy Sardinha Lopes, destacam características de descontinuidades de políticas culturais no Brasil, refletindo sobre seus principais entraves, desafios e lançando olhares para o futuro.

28/11 — segunda-feira — 15h às 17h

Inscrições até 24/11 | Seleção: primeiros inscritos

Entre pastas: a Cultura e sua transversalidade setorial

Com Naine Terena e Pâmela Carvalho | Mediação: Cláudia Leitão

A educadora indígena Naine Terena e a coordenadora do eixo de Arte, Cultura, Memórias e Identidades da Redes da Maré, Pâmela Carvalho, conversam sobre a transversalidade da cultura, suas dimensões sociais, econômicas, simbólicas e a relação com políticas públicas e ações de outras áreas.

5/12 — segunda-feira — 15h às 17h

Inscrições até 1/12 | Seleção: primeiros inscritos

Mentorias

Link para as inscrições — clique aqui

Serão selecionados até 12 projetos por turma

Inscrições até 12/6

Seleção: projeto (resumo, objetivos, impactos e desafio atual)

Resultado da seleção: 27/6

Plataforma: Zoom

Planejamento e Gestão de negócios culturais de impacto social

Com Rose Meusburger

11/7, 18/7, 8/8, 15/8 e 12/9 – segundas-feiras — 19h30 às 22h30

Questões jurídicas, aspectos legais e direitos culturais

Com Olivieri Associados e Hub Cultural

12/7, 19/7, 9/8, 16/8 e 13/9 – terças-feiras — 19h30 às 22h30

Captação de Recursos

Com Daniele Torres

13/7, 20/7, 10/8, 17/8 e 14/9 – quartas-feiras — 19h30 às 22h30

Comunicação e construção de narrativas

Com Luciana Gandelini

14/7, 21/7, 11/8, 18/8 e 15/9 – quintas-feiras — 19h30 às 22h30

Conheça as especialidades dos palestrantes e mediadores do CGC 2022 pelo site das Oficinas Culturais (aqui).