Casa Guilherme de Almeida organiza minicurso sobre censura na tradução dos clássicos em português

22 de Abril de 2015 | 19h às 21h
Por João Angelo Oliva Neto

Aula 1

Este minicurso examinará ocorrências de abrandamento ou supressão da matéria erótica em traduções de Horácio, Virgílio e Ovídio nos séculos XVIII e XIX, com a proposta de aprofundar o exame de razões históricas, além de moralismo de determinados tradutores e público, dado que o projeto mesmo de traduzir autores clássicos e a possibilidade de publicar traduções implicava previamente a necessidade de adaptá-las.

João Angelo Oliva Neto é livre-docente pela Universidade de São Paulo, onde obteve os títulos de doutor e mestre, ambos em Letras Clássicas. Atua principalmente em linhas de pesquisa de gêneros da poesia antiga, tradução poética do grego e do latim e estudos de história da tradução de poesia greco-latina para o português.

Casa-Guilherme-de-Almeida -Elias-Gomes-webFoto: Divulgação

Fonte: Casa Guilherme de Almeida