Casa de Cultura de Guaíra (SP) recebe obras de Tomie Ohtake

Cidade com pouco mais 37 mil habitantes, Guaíra (432 km de São Paulo) recebe, a partir desta segunda-feira (4), uma exposição com 22 obras de Tomie Ohtake, uma das maiores artistas plásticas do país.

São 21 gravuras, realizadas entre 1971 e 1999 (5 serigrafias, 15 em metal), e uma grande escultura em ferro tubular, instalada no centro da sala de exposições da Casa de Cultura da cidade.

As gravuras estão reunidas em sequência temporal e dão, segundo Adonias Garcia, secretário de Cultura de Guaíra, “um belo perfil da autora, em termos de traços e cores”.

As últimas, do final dos anos 90, têm mais elementos circulares e cores mais fortes. Há três (de 1991,1992 e 2002) em preto e branco. Nas últimas décadas, Tomie tem se dedicado mais às pinturas e esculturas.

A mostra “Gravuras Tomie Ohtake”, que ocorre até 14 de dezembro, faz parte das comemorações do centenário da artista, que será comemorado em 21 de novembro. A curadoria da exposição foi do Instituto Tomie Ohtake, de São Paulo.

A presença de Tomie em Guaíra não é exatamente uma novidade. Uma escultura de sua autoria, de 20 metros de comprimento e quatro metros de altura, está ao lado do lago do parque Maracá na cidade desde 2008.

Garcia também crê que possa haver uma simpatia da artista pela cidade, já que a partir dos anos 30 houve uma forte migração de japoneses para Guaíra, que trabalhavam, sobretudo, no campo.

Seu filho, o arquiteto Ricardo Ohtake, foi quem propôs a exposição à prefeitura e ao secretário, por conta da relação anterior da artista com a cidade.

A Casa de Cultura de Guaíra tem mais de 40 anos e abriga teatro, uma pequena pinacoteca (local da exposição de Tomie), biblioteca e cursos que atendem 200 alunos.

13-11-2013 N5
Escultura da Tomie Ohtake em Guaíra (SP); cidade recebe até dezembro exposição com 22 obras da artista

Fonte: Folha Uol