CASA DAS ROSAS REALIZA O FESTIVAL VIVA VAIA

Evento ocupará o salão nobre do Theatro Municipal de São Paulo

O museu Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, Instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, inicia o mês de abril com o Festival Viva Vaia, evento gratuito que busca referência no poema de mesmo nome do poeta concretista Augusto de Campos. O público poderá assistir recitais, apresentações musicais e audiovisuais no dia 2 de abril, sábado, das 14h às 19h, no salão nobre do Theatro Municipal de São Paulo. Os convidados serão os músicos Cid Campos, Iara Rennó e Livio Tragtenberg, além dos grupos Poetas Ambulantes e Riverão.

A entrada é livre, gratuita e sem a necessidade de cadastro prévio. Para o Festival, o salão nobre poderá receber até 100 espectadores.

Pelo Festival, o museu Casa das Rosas busca evocar ações de renovação cultural e artística, relembrando ocasiões marcantes de vaias desde a Semana de Arte Moderna de 1922. A ocasião em que o músico Caetano Veloso foi vaiado no Festival Internacional da Canção, em 1968, época da Ditadura militar brasileira, inspirou Augusto de Campos a construir o poema Viva Vaia.

Programação

O grupo Poetas Ambulantes ficará à frente da apresentação “Viva Vaia: Essepê Desvairada”, composta de leituras relacionadas ao movimento modernista brasileiro. A partir das 14h, diversas vaias que fizeram parte da história cultural serão resgatadas por meio de claquetes sonoras, com possível colaboração do público presente.

Em seguida, será a vez do recital “De 1922 pra cá: leituras contemporâneas”, com a curadoria de Luiza Romão, atriz, poeta e slammer, e Paulo Ferraz, poeta e mestre em Teoria Literária. Aqui, a diversidade poética contemporânea dividirá o palco com as apresentações musicais de Iara Rennó, Cid Campos e Livio Tragtenberg.

Como encerramento do festival, às 18h o grupo Riverão mostrará o vídeo-montagem “De semana a cem anos” para incorporar uma direção contrária à Semana de 1922 e ao panorama da arte e cultura brasileiras. Transitando pelas linguagens do documentário, ficção e montagem, o filme destacará o percurso dos antecedentes da Semana de Arte Moderna até chegar ao conceito da antropofagia.

SERVIÇO

FESTIVAL VIVA VAIA

Grátis | Livre

Capacidade do salão nobre: 100 pessoas

2 de abril, sábado, das 14h às 19h

Local: Salão nobre do Theatro Municipal de São Paulo – End: Praça Ramos de Azevedo, s/nº, Sé – São Paulo/SP

14h – 15h | APRESENTAÇÃO “VIVA VAIA: Essepê Desvairada”

Com Poetas Ambulantes

15h15 – 17h30 | RECITAL “DE 1922 PRA CÁ”: Leituras contemporâneas

Curadoria: Luiza Romão e Paulo Ferraz

Participação musical de Cid Campos, Iara Rennó e Livio Tragtenberg

18h – 19h | VÍDEO-MONTAGEM “DE SEMANA A CEM ANOS”

Com grupo Riverão (Diego Dias, Gabriel Kerhart e Walter Vetor)

Duração: 50 minutos

Fonte: Secretaria de Cultura e Economia Criativa